Resenha - A casa

domingo, 28 de fevereiro de 2016
Título: A casa
Autor(a): André Vianco
Número de páginas: 227
Editora: Novo Século


Por: Brenda Sousa

"- [...] Mas todo mundo merece uma segunda chance. A chance de fazer certo." 
A casa, André Vianco

Quatro pessoas, com histórias diferentes, porém cheias de angústias, decepções, tristeza e, especialmente, pessoas que se foram para nunca mais voltar. Leon, Rosana, Hélio e Ismael são pessoas que passaram por momentos difíceis e tiveram as piores reações possíveis, magoaram pessoas queridas, destruiram momentos que poderiam ter sido maravilhosos e levados por toda a vida e agora sofrem, juntos, ainda que não se conheçam. Alguns se entregam Às drogas, outros à bebida, outros traem, tentam se matar, mas a salvação para todos eles chega através de sonhos ou pessoas misteriosas que lhes entregam um cartão com o endereço de uma casa e a frase: "O alívio para o coração atormentado está aqui.". Será mesmo? Todos eles se questionam se deveriam mesmo buscar esse lugar, mas acabam juntos, recebendo instruções e novas chances que podem mudar toda a sua vida atual. Será que é tudo mesmo real? O que pode acontecer depois?  


Comecei a ler esse livro para cumprir uma meta de um dos desafios que estou participando: ler um livro sobrenatural. Não imaginava que "A casa" seria muito mais que isso. É um livro extremamente tocante, apesar de sua capa e sinopse não parecerem. Ele está recheado de recados que muitas vezes nós mesmos recebemos no dia a dia e não notamos. Ele está cheio de representações de pessoas com as quais podemos facilmente cruzar na nossa rotina e nem percebermos. Fiquei ansiosa durante toda a história para compreender do que se tratava a tão misteriosa casa, e gostei do resultado. Não é um livro que lhe traga mil explicações sobre o que realmente aconteceu, mas é uma história para focar muito mais na mensagem do que na sua estrutura começo-meio-fim em si. 

Confesso que no final fiquei com alguns arrepios, mas ainda assim acho que esse foi um livro mais poético e significativo do que sobrenatural. Gostei da curiosidade lançada pela capa e pela sinopse e pela forma como tudo foi guiado na história. Como diz o verso do livro "'A casa' é uma viagem ao fundo do coração humano'", e é uma viagem mais profunda do que se pode imaginar. Não digo que é um dos meus livros preferidos, nem dos melhores que li até agora, mas que, com certeza, é um livro bastante tocante. 

"-[...] O que estou querendo dizer é que a situação está difícil e às vezes, quando a gente se afasta, fica quieto num canto, a gente vê o que está acontecendo de errado." 
A casa, André Vianco






Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





I Encontro Literário Empíreo

sábado, 27 de fevereiro de 2016
Leitores, escritores, editores e estudantes. Estão todos convidados para o 
I Encontro Literário Empíreo! 


O Medo na Literatura - Quais recursos os grandes escritores usam para fazer congelar o sangue do leitor? Venha participar de um bate-papo sobre o medo na literatura com:

André Vianco – autor do best-seller OS SETE e da saga VAMPIRO-REI
Bruno Godoi - autor de 7 CABEÇAS e O GRITO VERMELHO 
Oscar Nestarez – autor de POE E LOVECRAFT: UM ENSAIO 

O ingresso é a doação de um livro, em bom estado, para o Unibes Bazar cuja renda é revertida em benefícios para as famílias atendidas pela Unibes Social. 

VAGAS LIMITADAS (80 LUGARES) 
DISTRIBUIÇÃO DE SENHA entre 14h e 14h15. Não há inscrição antecipada

Vai ter venda de livros com desconto! Vai ter SORTEIOS de kits imperdíveis!






Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Nova parceria - Editora Belas Letras

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016
Olá, leitores!

Olha só notícia boa chegando!!! O Postando Trechos agora também é um blog parceiro da Editora Belas Letras! Que maravilha, hein? Vem muita coisa nova e de qualidade por aí, mas por enquanto, vamos conhecer um pouquinho da editora?


"A Belas-Letras nasceu em abril de 2008 com o compromisso de aproximar a literatura dos temas da era digital e da cultura pop. Uma editora que construiu um catálogo enxuto e de qualidade, com uma proposta editorial moderna, que inclui projetos de publicação inovadores e alguns dos nomes mais admirados pelos jovens no mundo do entretenimento brasileiro, entre músicos, apresentadores, atores, blogueiros e outros artistas.

A Belas-Letras é rock e pop. É arte, viagem, gastronomia, cinema e humor. É estilo de vida, comportamento, universo digital, empreendedorismo e inspiração. É beleza, moda, fitness e esporte. Mas não é apenas isso. A Belas-Letras é uma nova experiência entre os leitores e seus livros. Porque, para nós, ler é se conectar. E se aproximar daquilo que mais amamos."


Algumas publicações até então:

   
    
Clique nas imagens e conheça mais sobre os livros!


E olha só que iniciativa mais incrível da editora: Para cada livro que você compra na loja da Belas-Letras, você automaticamente doa um livro para uma biblioteca que precisa em algum lugar do Brasil. Quem receber a doação vai saber que o livro chegou lá por sua causa. Esta não é uma promoção. É uma política permanente da Belas-Letras, por prazo indeterminado, sem restrições e sem regras, para conectar pessoas que acreditam no poder dos livros.


E a novidade mais recente é:
O maior jornal do país (e também o mais mentiroso) acaba de virar livro. O Sensacionalista, seguido por 2,2 milhões de leitores, resume o mundo moderno por meio de suas notícias fantásticas. Afinal, uma das tarefas mais difíceis dentro de uma rede social é distinguir as mentiras das verdades. Compilando as melhores manchetes dos seus 7 anos de existência, o livro ainda traz notícias inéditas e depoimentos de peso. Já em pré-venda, o lançamento oficial nas livrarias está marcado para 1º de abril. E, sim, pode acreditar.







Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - O garoto dos olhos azuis

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016
Título: O garoto dos olhos azuis
Autor(a): Raíza Varella
Número de páginas: 352
Editora: Pandorga


Por: Brenda Sousa

"Todo mundo teve um grande primeiro amor. A única diferença é que a maioria das pessoas consegue superá-lo." 
O garoto dos olhos azuis, Raíza Varella

Bárbara e seus dois irmãos, Augusto e Gustavo, costumavam passar férias na cidade de Garopaba quando eram adolescentes. Ela era a mais nova dos três e as garotas costumavam se aproximar dela para alcançá-los, já que sempre foram muito bonitos e conquistadores. Em uma dessas férias, os três foram a uma festa na praia e Camila, fingindo se interessar pela amizade de Bárbara, a chamou para um lugar um pouco mais afastado. Lá, ela e o grupinho dela falaram diversas coisas maldosas para Bárbara, a empurraram no rio e a humilharam, sem aparentes razões. Bárbara apenas sofre e não consegue reagir, até o momento que um garoto a levanta, briga com as meninas e a leva para longe dali. O garoto de olhos azuis, que ela nunca soube o nome e nunca mais viu depois daquele dia. O garoto que a beijou, lhe deu uma rosa branca e desde então a faz sonhar diariamente.

Atualmente, Bárbara está noiva de Miguel e mora com Luiza e Manoela, suas duas melhores amigas desde a faculdade. Elas trabalham juntas na área de Direito. Como sempre sonhou em casar e ter o seu momento perfeito, isso está prestes a acontecer e tem tudo para ser maravilhoso. Pelo menos é o que ela pensa. Não é bem assim que as coisas acontecem. No dia do seu casamento com Miguel ela percebe todos os amigos e familiares agindo estranho com ela sem lhe dizer o motivo. Ela logo descobre ao entrar na igreja, vestida de noiva, e ver seu futuro marido com o olhar desviado para Manoela (que, diga-se de passagem era madrinha) enquanto esta chorava. Ela não entendeu logo de cara, mas Miguel fez o favor de esclarecer que não se casaria com ela e ficaria com Manoela. Na frente de todo mundo o sonho de Bárbara foi destruido e ela foi machucada como nunca antes. 


Por várias semanas ela sofreu, brigou com as amigas e colocou-as para fora do seu apartamento, se mudou para a casa dos pais e no fim das contas acabou indo morar com os irmãos e os dois colegas deles, Ian e Bernardo. Ela imaginava que seria um chiqueiro, afinal o que se pode esperar de quatro homens morando juntos? Muito pelo contrário. Quando ela chega, encontra a casa bem arrumada, limpa e sem tralhas pelo caminho, além de um quarto especialmente arrumado para ela. A casa estava vazia, e ela nem conhecia os outros dois rapazes ainda, mas já tinha sido surpreendida. O que Bárbara não sabia é que, no momento que teve mais convicção de que seu sonho não se realizaria, as coisas começaram a mudar. Morar com 4 rapazes lhe traria os melhores momentos de sua vida e uma nova melhor amiga mais incrível do que qualquer outra.

"Não pensem que sou incapaz de perdoar, não é isso. Eu sei perdoar sim, mas isso não quer dizer que eu queira ver ou conviver com quem me machuca." 
O garoto dos olhos azuis, Raíza Varella

Eu já tinha uma vontade devoradora de ler esse livro. O comprei a algum tempo diretamente com a autora (a quem eu agradeço por toda a paciência e todo o carinho diante de alguns problemas com os correios), mas só consegui ler agora. Me apaixonei pela história e pela forma singela, leve e gostosa como ela é contada. Li sem nenhum peso, sem nenhum cansaço, e gostei muito do todo o enredo e personagens. Falamos aqui de um romance, com bastante clichés, mas ainda assim eu não senti que foi tao comum como outros livros do gênero. Não sei dizer ao certo, mas acredito que mesmo com todos os clichés a autora conseguiu nos mostrar que um romance pode não ser perfeito e ainda assim soar incrivelmente correto. 

Gostei muito da leitura e marquei INÚMEROS trechos (que estarão no nosso instagram em várias postagens futuras). Foi um dos meus preferidos de 2016 até então. Foi leve, bonito, me emocionou e me deixou com raiva em vários momentos, e nos trouxe personagens que podem sim, ser reais (ao menos eu espero um Garoto de Olhos Azuis como esse hahaha), personagens com seus sofrimentos e traumas e com suas superações. Para quem gosta do gênero e de leituras leves e bonitas, fica a indicação! 







Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Curiosidades e novidades #2

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Olá, leitores!

A nossa coluna Curiosidades e Novidades volta hoje com mais algumas coisinhas que surgiram por aí no nosso mundo literário, vamos conferir? 


36 incríveis tatuagens para amantes de livros



Eu vi essa semana essa publicação do BuzzFeed Brasil e fiquei fissurada por várias tatuagens. Lindíssimos desenhos, cheio de simbolismo e amor pela leitura! *_*

Confira as tatuagens clicando AQUI.




História de vida de Anne Frank vai ganhar animação




A história da adolescente alemã Anne Frank, cujo diário é considerado um dos mais importantes registros do período nazista, será recontada a partir de uma animação dirigida pelo cineasta israelense Ari Folman. O projeto acontece a partir de uma combinação entre a tradicional técnica dos desenhos criados à mão com a animação em stop-motion. O filme começou a ser produzido no ano passado, em Londres, e conta com a colaboração do artista plástico Andry Gent para criar as miniaturas utilizadas no stop-motion.


Leia mais AQUI.



"Orgulho e preconceito" ganha versão em quadrinhos

O livro, que já era considerado um clássico, foi ganhando ainda mais popularidade após as inúmeras adaptações para o cinema e a TV. Uma das mais aclamadas pela crítica e pelo público foi produzida pela BBC e transmitida em 1995. Agora, a história ganhou nova roupagem - em quadrinhos - pelas mãos de Ian Edginton ne Robert Deas, em uma edição publicada pela editora Nemo.

Leia mais AQUI.







Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Tag: 7 coisas para fazer antes de morrer

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016
Olá, leitores!

Hoje vou responder a Tag 7 coisas para fazer antes de morrer, e eu fui indicada por uma pessoa fofíssima que eu gosto muito, que escreve muito bem e tem um blog que é só amor, que é a Deise, do blog D'Cifrando. Vamos lá?


1. Realizar o sonho de abraçar minha ídola. <3
2. Viajar muito com família e amigos.
3. Abraçar as amigas virtuais verdadeiras.
4. Ler todos os livros que quero (espia a piada hahaha).
5. Escrever um livro.
6. Criar um cachorro.
7. Aprender a tocar saxofone.



1. "Cara..."
2. "Você não tem noção..."
3. "Você precisa assistir essa série."
4. "Tenho tanta coisa para estudar."
5. "É a vida."
6. "Mãe!"
7. "Estou com fome."



1. Falar inglês.
2. Palha italiana.
3. Abraçar. (É o que dizem).
4. Escrever (às vezes).
5. Cuidar de crianças.
6. Estudar (necessidade...)
7. Dormir (Ô!)



1. Cozinhar.
2. Cantar.
3. Exercícios físicos.
4. Desenhar.
5. Arrumar as minhas roupas e sapatos.
6. Trocar fraldas (olha que estou até melhorando... hahaha)
7. Me maquiar.



1. Casais apaixonados.
2. O amanhecer.
3. Flores.
4. Animais em geral (apesar de ter medo de insetos).
5. O funcionamento do corpo-humano (sou da área de saúde, por favor).
6. Crianças.
7. A batida do coração quando alguém que você ama/gosta muito se aproxima.



1. Brigas/Intrigas.
2. Injustiça.
3. Violência.
4. Locais fechados (sou claustrofóbica).
5.. Lasanha com molho de tomate feito na hora.
6. Leite.
7. Que estraguem meus livros.


É isso aí, pessoal! Sintam-se a vontade para responder. Se fizer isso, nos avise e visitaremos para ver as suas respostas! *_*





Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





@postandotrechos entrevista! - Autora Li Mendi

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016
Olá, leitores! 

Desde o mês passado aqui no blog, como alguns já sabem, começamos uma série de entrevistas com nossos parceiros. Estamos apresentando um pouquinho deles para vocês. Espero que gostem e se aproximem mais dos seus trabalhos.

A entrevistada de hoje é Li Mendi. A autora escreve desde 2006 na web. Semanalmente, ela publica seus livros abertos, que são seguidos pelo grupo de leitores fiéis, que se reúnem em um fã-clube com já 900 integrantes. Este trabalho já rendeu mais de quinze livros online, que você pode ler gratuitamente no portal da autora. Quatro destes ganharam a versão impressa: O amor está no Quarto ao Lado, Coração de Pelúcia, A verdadeira Bela e Alma Gêmea Por Acaso. Seus próximos livros abertos começarão no wattpad, a rede social de livros, onde já há as obras da autora registradas. 


Vamos começar a conhecê-la melhor?


Olá, autora! Seja bem vinda à nossa série de entrevistas. A primeira pergunta é clássica: o que te inspirou a escrever o seu primeiro livro? Qual foi ele? E o que te fez querer seguir como escritora?
Escrevo livros acho que desde os quatorze, quando pensei em ser escritora. Na época, não havia internet, nem blogs. Todas as estórias ficavam registradas em cadernos, que se perderam nas mudanças. Depois, a praticidade do Word me fez esquecer a letra bonita e comecei a imprimir e encadernar os livros. Os amigos curtiam e o ciclo era pequeno de leitores. Mas, felizmente, a internet lá por 2000, me trouxe um mundo de gente pra conhecer meus romances. É assustador ver mais de 10 mil visitas em um livro e mil downloads de outro... O processo solitário agora é dividido com centenas de pessoas.

Até eu terminar a faculdade de jornalismo, havia horas a fio pra gastar teclando. Depois, veio a faculdade de publicidade, a pós-graduação, o trabalho frenético como publicitária e pronto, me peguei com saudade de escrever. Nesse meio tempo, quero dizer, nesse zero tempo, consegui fazer o meu primeiro lançamento impresso: O amor está no quarto ao lado. Em 2012, veio "A Verdadeira Bela" e depois publiquei também Coração de Pelúcia e Alma Gêmea por Acaso e O Mestre do Amor (meu primeiro hot). Quero lançar O Cozinheiro do Amor na Bienal de São Paulo agora em 2016.



Qual a inspiração para escrevê-los? Vejo muitíssimos filmes, leio livros e observo muito as pessoas no dia a dia. Então, vou fazendo anotações mentais, ou registro no telefone e monto um personagem. Não pego a história que alguém me contou ou vivi e reproduzo no papel na íntegra. Procuro construir essas personas.

Quando você percebeu que tinha um grupo grande de fãs dos seus romances? Como se sentiu com o sucesso? 
Eu acho interessante, mas, não me muda como pessoa. Pelo contrário, recebo tanto carinho e nem me sinto tão digna. Porque sou só uma garota normal, simples e que escreve. Acho que não mereço tanto amor e peço a Deus que isso jamais suba a minha cabeça. Espero que meus livros sempre estejam a frente da minha imagem. São minhas obras que importam, não, eu como "personagem". 

Quais os maiores desafios que tem enfrentado na carreira de escritora? 
Tempo. Antes, eu tinha tempo quando só estudava na faculdade e dizia que o problema era "volume de vendas". Mas, antes disso, eu culpava "Não ter uma editora". E, antes, "Não ter muita gente para divulgar, porque não havia a internet". E, antes, antes, antes... "Não ter um computador". 

Enfim, você vai vencendo cada problema, cada desculpa e seguindo em frente.

Hoje, é tempo. Porque trabalho o dia todo em uma empresa grande e em um cargo que demanda demais de mim. Eu poderia ser perfeitamente aquela personagem de começo de filme americano que está correndo cheia de papéis na rua, de saltos altos, com um café na mão e o telefone no ouvido, quase sendo atropelada enquanto atravessa a rua. Essa é minha vida.

Sofria horrores e chorava quando via que meu TEMPO para escrever diminuiu. Hoje, estou em outro momento terapêutico: "faço o que é viável dentro da minha realidade atual, mesmo que isso decepcione as pessoas, mas, não nasci para ser perfeita".


Qual foi a experiência mais gratificante que já teve na posição de autora? 
Estar na Bienal de 2015, recebendo os fãs e sendo reconhecida. Foi muito bom receber o carinho e dar todo aquele carinho.

De todos os seus romances, se pudesse indicar um em especial, qual seria? 
Coração de Pelúcia. Ele é profundo e me exigiu muito. Para quem não sabe, conta a história de um rapaz cego que se reencontra com seu antigo amor da adolescência. Os dois entram para um concurso de dança e vencem as superações.

Tive que me imaginar como uma pessoa cega e fiquei andando pela casa e fazendo coisas de olhos fechados. Vi filmes, li livros e mergulhei. Claro, ainda tem a parte da dança que me fez ver todos os vídeos possíveis de tango no Youtube.

Até que tive a genial ideia de falar para o meu marido que dançaríamos tango no nosso casamento na hora da dança do casal e que sairíamos da igreja com "Por una cabeza". Coitado, depois de ter negado, implorado para eu mudar de ideia, suportou os ensaios e foi espetacular! Fizemos uma cena de um filme na hora. Nossos convidados foram ao delírio. Foi incrível. (Com direito ao garçom, a taça, as caras e bocas e tudo o mais!)


Coração de Pelúcia foi tão forte que estava comigo dentro do meu casamento. Nunca vou esquecer.

Já ouviu algo de alguém durante sua carreira que te marcou muito? Se sim, de que forma isso te influenciou?
Sim. Em um Natal que estava meio chateada pelas vendas e perspectivas, uma querida leitora me contou que estava com um problema de saúde gravíssimo, mas, que quando lia meus livros, sorria e esquecia da realidade. Chorei muito e me vi como medíocre. Então, aquele dia mudou tudo. Minha missão é escrever para fazer as pessoas felizes, não é vender. Porque se for vender, cada dia que não vender o número que quero, vou sofrer. E se nunca chegar ao sucesso que quero? Felicidade não é o ponto de chegada, é como fazemos o caminho. E quero fazer meu caminho me divertindo com o que escrevo para fazer pessoas sorrirem. Esse é meu MOTIVO.

O que te fez decidir publicar seus livros na íntegra na internet? 
Na verdade, comecei na era dos primeiros blogs. Nem sonhava que conseguiria ter uma editora. Achava impossível... Então, criava, me divertia e publicava. E depois de serem tão baixados, não faz sentido tirar. Espero que alegrem a vida de tantas pessoas. Enquanto isso, já publiquei 5 impressos.

  
 
Livro impressos publicados pela autora

Há algum novo projeto em desenvolvimento? 
Estou agora terminando O COZINHEIRO DO AMOR. Ele conta a história de um dançarino de um clube das mulheres que é cozinheiro durante o dia e se apaixona por sua nova chefe que é surda. Sim, esse livro está demandando bastante de mim como Coração de Pelúcia. Preciso fazer devagar, ler, estudar, ver outras referências, parar e voltar. Porque não é fácil quando estou escrevendo como a Maísa. Mas, está mega emocionante e ops... apimentado.

É um livro com pitadinha hot. Acima de tudo um ROMANCE emocionante e até engraçado, porque minhas personagens mulheres são sempre bem divertidas e atrapalhadas. Não quero que lembrem esse livro pelas cenas de sexo, elas fazem parte do livro, não é o motivo do livro.

Para os jovens autores, que conselhos daria? 
Encontre seu motivo. Depois, prometa a si mesmo que vai segui-lo em primeiro lugar. Em seguida, trabalhe duro até quase doer (as mãos, a cabeça, a coluna, a lombar, o pescoço). E, por último, tenha FÉ. Ao escrever um capítulo pense "estou me divertindo?". Se você não gostar muito do que lê, esquece, vai tomar umas biritas, dar uma volta no parque, namorar, ver um filme... Ai volta, e faça melhor. Tem dias que não flui. Mas, quando fluir, tranque a porta do quarto e esteja em outro mundo. Só cuidado para as panelas não queimarem... rs






Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Press release - Editora abre seleção para antologia de ficção científica

domingo, 21 de fevereiro de 2016
Olá, leitores!!

Olha só mais novidade chegando! Agora somos parceiros da Editora Lendari para o ano de 2016. A Editora está crescendo aos poucos e hoje trazemos para vocês o mais recente projeto deles. Conheçam: O último gargalo de Gaia.


Após lançar com sucesso, em dezembro de 2015, a antologia Quando a selva sussurra: contos amazônicos, a editora Lendari agora prepara seu mais novo título. A obra O último Gargalo de Gaia: distopias, steampunk e dias finais pretende seguir a linha de filmes como Interestellar (2014), de Christopher Nolan, Melancholia (2011), de Lars von Trier, e o clássico Contato (1997), filme de Robert Zemeckis baseado no livro homônimo de Carl Sagan.

A proposta, de acordo com o escritor Mário Bentes, responsável pela análise e seleção dos originais que virão a compor o livro, é usar a ficção científica apenas como pano de fundo para narrativas dramáticas ou de cunho filosófico e existencial. A ideia é que a obra reúna contos que tratem de extinção em massa no planeta ao mesmo tempo em que questionem o papel do ser humano sobre o mistério da vida no Universo.


INSCRIÇÕES ATÉ 31 DE MAIO
A editora abriu inscrições no dia 15 de fevereiro, por meio de seu SITE, e seguirá recebendo originais até 31 de maio. Podem participar autores brasileiros, natos ou naturalizados, maiores de 18 anos. Cada autor interessado poderá submeter até três contos, todos com tamanho mínimo de cinco e máximo de dez páginas. “O material submetido precisa ser inédito e estar de acordo com a proposta da antologia. Temas com temática sobrenatural, terror e similares, por exemplo, não serão aceitas”, diz Bentes.
Os autores também vão precisar pagar uma taxa de R$ 20 para cada original enviado, valores que, de acordo com a editora, vão arcar com os custos de leitura crítica e posterior edição e revisão do material eventualmente aprovado. “Acredito que o tema vá despertar interesse de muitos autores, principalmente pelos segmentos e estilos narrativos que a obra vai abraçar”, explica o organizador, referindo-se às distopias e ao conhecido gênero steampunk.
Conhece alguém que pode se interessar? Indiquem e participem vocês também! O/



Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Tag: Diário de Leitor

sábado, 20 de fevereiro de 2016
Olá, leitores!

Adoro responder tags literárias. Nem sempre consigo responder todas que me marcam, especialmente via Instagram, mas fui indicada pelo blog Bluebell Bee a responder esta e aqui estamos! Vamos lá?


1- Qual livro fez você embarcar nesse mundo da leitura?
Bem do seu tamanho. Não lembro exatamente de tudo, mas sei que ele fala um pouco sobre sermos grandes para fazer algumas coisas e ainda jovens para outras. Isso me ensinou muita coisa... 


2- Qual seu livro preferido de todos?
Nossa! Eu sinto que estou traindo algum dos livros que já li ao responder uma pergunta dessas. Impossível escolher um só. Não digo isso por ser cliché, mas é a grande verdade para mim. <3 

3- Qual a maior saga que você já leu?
Eu não sei se entra como saga, mas sim uma sequência de livros, que foi "O diário da princesa", com 10 livros e mais 2 pequenos extras. Amor eterno. E ainda tem o livro 11 lançado recentemente que eu ainda não consegui comprar! =O 


4- Você já espiou a última página do livro?
Eu costumava fazer isso quando era pequena. Depois que cresci criei juízo! hahahaha

5- Você já pulou páginas e leu mais a frente?
Já passei o olho em páginas mais adiante, mas nunca li de verdade algum trecho completo. 

6- Você escreve nos seus livros?
Jamais! Tenho pena até de botar meu nome! =O

7- Quando você não está gostando da leitura: para de ler ou insiste até o fim?
Geralmente eu insisto até o fim, e pego outro livro para ler intercalando, me forçando a terminar. Acho que só abandonei um livro até hoje. 

8- Por essas respostas ou pelo que você me conhece, qual livro você me indicaria?
Dei uma olhada no seu skoob e acho que poderia gostar de "Eu sou o mensageiro", Markus Zusak. Tem uma mensagem muito bonita!


Enfim, não indico ninguém, porque não sei quem gosta ou não goste de tal tipo de coisa, então deixo livre para quem quiser responder. Fiquem a vontade e se responderem, nos avisem nos comentários, iremos visitar! 






Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Sexo: Editora Empíreo lança projeto e desafia autores

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016
Até o dia 3 de março os escritores e ilustradores de todo o Brasil serão desafiados a escreverem sobre sexo.


A Editora Empíreo lançou, em fevereiro, um novo projeto: Muito Prazer: um livro colaborativo sobre sexo. A obra reunirá 40 histórias e 20 ilustrações selecionadas entre escritores do país todo. A editora mais uma vez aposta no financiamento coletivo como forma de viabilizar o projeto. 

Esse é o terceiro projeto colaborativo da Editora Empíreo. O primeiro, em 2014, resultou no livro Desnamorados, com 62 autores e 17 ilustradores que escreveram e criaram sobre o amor. O segundo, em 2015, foi O Corvo: um livro colaborativo, uma homenagem ao poema O Corvo de Edgar Allan Poe. Foram 60 textos escolhidos – inclusive de Manaus - e 15 ilustrações com alguns convidados especiais como os escritores André Vianco, Rubens Lucchetti, Cláudia Lemes e Edyr Augusto. A capa da obra foi feita e doada por um dos tatuadores mais famosos do país, Victor Octaviano. 

Dessa vez a editora propôs o sexo como tema dos textos, mas, segundo o editor Filipe Larêdo, não significa dizer que será um livro erótico. “O sexo pode receber vários tratamentos. Ele pode ser erótico sim, mas pode ser um drama, uma comédia ou até uma ficção científica e, claro, um texto de não-ficção, as abordagens são diversas. Vai do talento e criatividade do autor .”


Os livros colaborativos têm se mostrado uma oportunidade de escritores e artistas mostrarem seus trabalhos. Apesar de concorrerem - pois, há uma rigorosa seleção de textos – a disputa é bem menor do que a do mercado editorial. Para se ter uma ideia, uma editora jovem e pequena como a Empíreo recebe em média 150 originais por mês. 

FINANCIAMENTO
Desde 2014, a editora – que possui apenas três anos de vida - tem chamado a atenção do mercado ao buscar o financiamento coletivo para viabilizar algumas de suas obras. A ideia base é simples: as pessoas que investem previamente no livro são, em geral, as mesmas que comprariam a obra se ela fosse publicada de forma tradicional.  “O que acontece é uma simples inversão do processo”. 

Por regra da plataforma, se a meta do financiamento não for alcançada o livro não é publicado e todos que contribuíram recebem de volta o valor investido.

Para contribuir, é só clicar AQUI.





Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Curiosidades e Novidades #1

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Olá, leitores!

Desde que instalamos o novo layout no nosso blog criamos uma categoria chamada "Curiosidades e Novidades" com a intenção de trazer algumas coisinhas novas por aqui. Começamos hoje com algumas novidades e informações desse mundo literário.


1. Dom Casmurro no Wattpad!
A obra clássica ‪‎"Dom Casmurro"‬ está sendo disponibilizada no perfil fictício @MachadodeAssisBR! Como muitos já sabem o Wattpad é um espaço dedicado a publicações originais, mas também disponibiliza obras livres de direitos autorais (domínio público).

Para ler, basta clicar AQUI.




2. Cidade na Romênia oferece viagem de ônibus para quem ler um livro durante o caminho!

"A fim de encorajar as pessoas a ler no transporte público, Victor Miron propôs a seguinte oferta para o prefeito da cidade de Cluj-Napoca, Emil Boc: oferecer viagens grátis de ônibus para quem lesse um livro durante o trajeto no coletivo. Depois de mais um ano ele conseguiu tornar o desafio uma realidade."

Leia mais AQUI.



3. Minibibliotecas estimulam a leitura em pontos de ônibus em Piracaia, SP

"Minibibliotecas construídas em 'casinhas de madeira' e instaladas em pontos de ônibus em Piracaia (SP) têm tornado a espera pelos coletivos mais agradável e divertida. Atualmente, seis pontos de ônibus da cidade e a rodoviária, com uma sala de leitura, contam com o projeto 'Piracaia na Leitura'. O projeto existe desde junho de 2014 e pretende estimular a leitura entre os moradores da cidade. Nos locais, os passageiros do transporte coletivo da cidade escolhem os livros enquanto esperam o ônibus e podem até levar as obras para casa. O empréstimo é gratuito e por tempo ilimitado."

Leia mais AQUI.


4. Campanha Fome de Leitura reúne 600 crianças no Rio
"Com a presença da Turma da Mônica, do Sítio do Pica-Pau Amarelo, da Chapeuzinho Vermelho, Cinderela e Malévola, entre outras personagens de livros e contos de fadas, cerca de 600 crianças participaram no dia 30 de Janeiro do evento de encerramento da campanha Fome de Leitura, no Galpão Cultural Ação da Cidadania, na zona portuária do Rio de Janeiro.

Promovida em parceria entre a ONG Ação da Cidadania e a Caixa de Assistência dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro (Caarj), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a campanha arrecadou 16 mil livros e vai beneficiar 52 espaços de leitura e creches nos municípios de Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Rio de Janeiro, Belford Roxo, São Gonçalo, São João de Meriti e Queimados, da baixada fluminense e região metropolitana do Rio."

Leia mais AQUI.


5. Harry Potter And The Cursed Child será publicada em livro

O Pottermore anunciou que Harry Potter and the Cursed Child (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada), peça que contará uma história inédita da franquia Harry Potter, terá suas duas partes publicadas nos formatos físico e digital. O link para pré-venda no Kindle já está disponível na Amazon (AQUI). De acordo com ele, a publicação será no dia 31 de julho e terá 32 páginas. 

Leia mais AQUI.




Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - A caçadora | Sorriso de vampiro

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016
Título: A caçadora - Sorriso de vampiro
Autor(a): Viviane Fair
Número de páginas: 196
Editora: Draco


Por: Brenda Sousa

"Digo, o que não nos mata nos deixa mais fortes, não é?" 
A caçadora, sorriso de vampiro, Viviane Fair

Jéssica não é mais uma garota adolescente. Já tem 29 anos de idade e é secretária em um escritório, ou seja, leva uma vida bem mais ou menos e sem ânimo. Até o dia que seus pais resolvem lhe contar que ela é descentente de uma linhagem de caçadores de vampiros e que, inclusive, também é uma. Ah, e como se não bastasse, ela está sendo convocada pelo Conselho dos caça vampiros para matar um vampiro em uma universidade próxima dali. Parecia brincadeira, e ela desejou que fosse, mas não era. Ela foi enviada para a universidade para se passar por uma adolescente de 19 anos e encontrar um vampiro chamado Erick, bonitão, mais pálido do que o normal (ohhh!) e acabar com a vida dele. Como se fosse fácil assim.
Chegando lá, ela conhecem algumas garota otakus (quem está por dentro do mundo dos animes sabe do que se trata), que acabam se aproximando muito dela. Ela dá de cara também com um cara bonitão, mais pálido do que o normal e que chama a atenção de todos e todas na escola. O único detalhe é que ele não é Erick, mas também é um vampiro. E, como a própria Jessica diz em toda a história, seria um grande cliché se apaixonar por ele, certo? E é o que acontece. O detalhe é que ela invoca de que o Conselho errou e esse é o vampiro que ela tem que matar. Como fazer isso envolvida com garotas otaku, sendo odiada por uma escola inteira ao conseguir se aproximar e se tornar amiga do rapaz, e estando apaixonada por ele? Fácil, não? 
 É nesse cenário que Jéssica, no auge dos seus 29 anos, sai de sua vidinha pacata e sem graça, para se meter em bueiros, andando de calcinha pela universidade, tendo que aguentar briguinhas e ciúmes adolescentes, conhecendo o mundo dos animes e passando pelas situações mais desesperadoras possíveis, que ela tem que cumprir a missão para a qual foi enviada. Será que é mesmo possível? Como se já não bastasse, de repente adagas com manchas de sangue começam a ser fincadas frequentemente na sua porta todos os dias. No que ela foi se meter? 


Eu estou apaixonada por essa história! Pode parecer muito cliché, mas esse é um livro ENGRAÇADÍSSIMO! A Jéssica é uma personagem muito, mas muuuuuito divertida e deixou cada detalhe da história mais gostoso. Ela fala em trocadilhos (e sabe o quanto eles são ruins), ela sabe que vive vários clichés e ainda não acredita nisso, ela precisa lidar com adolescentes depois de ter saído dessa fase a 10 anos e ainda tem que matar um vampiro de 800 anos! Não é a vida perfeita? Claro que não. hahahaha'

Eu trouxe alguns trechinhos que me fizeram rir e digo: eles não são nem de longe os mais engraçados, mas eu adorei!

"Afinal, todo apelido que tenho se resume a Jessi. Se bem que toda vez que alguém grita alto: 'Jessi!', as meninas respondem com um sonoro 'James' e completam com 'equipe Rocket decolando na velocidade da luz." 

"Ah, já sei, o pior pesadelo de todos: sair andando pelado por algum motivo aleatório e ter que ficar se escondendo dos outros na rua. Esse é de lascar." 

"Ia para o meu quarto, tomar um café e ler um romance da Meg Cabot. Pelo menos os homens dela eram mais que perfeitos!". 

Eu PRECISEI rir quando li o techo da Equipe Rocket. E eu li na entonação certa, o que é pior. hahahaha' Sobre o pesadelo, me digam se eu sou a única além da Jessi que já sofreu com isso? E citar Meg Cabot foi pra destruir um coraçãozinho! hahaha' Pois é, a Editora Draco mais uma vez me mandou uma leitura incrivelmente gostosa e que me arrancou boas gargalhadas. Essa é uma leitura sobre vampiros que vale a pena e que, apesar de parecer comum, nos traz acontecimentos bastante inusitados! Fica a dica. 

Para comprar, clique AQUI






Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Renovação de parceria - Editora Empíreo | 2016.1

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016
Olá, leitores!


Hoje chegamos para dar uma notícia maravilhosa: renovamos a parceria com a Editora Empíreo!!! A editora nos recebeu de braços abertos no segundo semestre de 2015 e agora o Postando Trechos está na lista de parceiros novamente. A editora possui publicações incríveis e manteve desde o princípio uma relação muito amigável conosco. Mas, vamos falar deles para os que não conhecem? 



SOBRE A EDITORACom pouco mais de dois anos de fundação, a Empíreo já possui um catálogo diversificado. Literatura fantástica, poemas, suspense, romance são alguns dos gêneros já lançados pela editora. 

"A Empíreo deseja apresentar obras que fascinem e encantem, tanto pela qualidade literária quanto pela experiência visual, sem com isso deixar de estimular o poder reflexivo de seus leitores."

Eu já trouxe um pouquinho de tudo isso aqui no blog outras vezes, vamos relembrar? 















E aguardem porque agora vem muito mais por aí e, sem dúvidas, com a mesma qualidade de sempre e com leituras para fãs de todos os gêneros! Não deixem de conhecer e se aproximar mais dessas obras maravilhosas da nossa literatura e de conhecer um trabalho tão rico feito pela editora! ;)






Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo