Resenha – Efeito Dominó (Parte 1)

segunda-feira, 30 de novembro de 2015
Título: Efeito dominó - Parte 1
Autor(a): Alana Gabriela
Número de páginas: 376

SINOPSE: Helena foi morta num passeio à Saquarema. Seis meses após o assassinato e ainda não existem provas suficientes para lastrear o caso. Cora está desestabilizada com a perda da mãe e a impotência que tem sentido em decorrência disso. Ela está passando por todas as etapas do luto, afastando-se de suas amigas e até do seu pai, Afonso. Sua vida caótica e com uma bandeira hasteada de luto vira do avesso quando presencia uma tentativa de homicídio que põe a vida de Lucas, seu amigo, em perigo. No processo Cora é feita refém por um criminoso enigmático que está disposto a tudo para trazer à luz todos os segredos que rodeiam a morte de Helena. Ela só precisa decidir entrar no jogo. Entre mentiras, assassinatos e segredos funestos, o obscuro é o lado mais seguro para Cora se aliar. Mas ela precisa decidir qual segredo é digno do silêncio e se estará pronta para desencadear o efeito dominó!


Por: Brenda Sousa

Numa das suas convencionais viagens com seus pais à Saquarema, Cora é pega de surpresa com o corpo de sua mão estirado, morta com um tiro, de uma hora para outra, durante um passeio a sós. Não há provas concretas de nada e, sem nenhuma explicação, a investigação é arquivada. Depois disso, Cora reserva-se ao seu mundo, sem interagir com ninguém, sem mais ir para a escola, estudando em casa, e com uma relação cada vez mais degradada com seu pai, Afonso. Apenas Lucas, seu melhor amigo, tem acesso ao seu círculo social com frequência.

Depois de 6 meses, ainda sem provas sobre o que aconteceu com a sua mãe, Cora é obrigada por seu pai a voltar para a escola. A partir de então as coisas só começam a piorar, os ataques de fúria com as pessoas a assumem e ela perde o mínimo de paciência que ainda lhe restava com a vida. Num desses dias, Cora não volta para casa e fica em um local no meio da cidade, à noite, observando o céu e viajando nos seus devaneios. Lucas a encontra, senta-se ao seu lado e eles conversam por um tempo. De repente, passos se aproximam. Os dois viram, mas já era tarde demais. Alguém encapuzado enfia uma faca no abdômen de Lucas e a arrasta de baixo para cima sem, porém, afetar nenhum de seus órgãos vitais (o que é curioso). Cora é sequestrada e Lucas vai para o hospital. 

É um sequestro sem tortura, sem dor, apenas para esclarecimentos. Seu sequestrador quer lhe fazer jogar um jogo que vai levá-la a, finalmente, ter respostas sobre o assassinato de sua mãe. Cora não entende como isso pode ser possível, mas acaba aceitando, sob pressão, adrenalina, medo, curiosidade ou mesmo vingança, não é possível saber. No dia seguinte, acorda em sua cama, sem saber como chegou lá, mas há um papel ao lado da cama que lhe dá o primeiro passo do jogo, assim como um celular o qual seria utilizado para manter contato com seu “sequestrador”. A partir daí começa um jogo cheio de suspense, descobertas, riscos e muito sangue derramado, no qual Cora se envolve, acaba gostando mais do que deveria e descobrindo coisas que jamais imaginariam serem verídicas.

Durante toda a história eu me coloquei no lugar de Cora. As atitudes dela em vários momentos são julgáveis, porém pensando como sendo a personagem, me questionei se eu não teria feito o mesmo em vários desses casos. Gostei da marcação clara da personalidade forte de Cora, senti muita realidade na relação conturbada entre Cora e seu pai e gostei muito, ao mesmo tempo, de ver Cora “baixar a guarda” para o amigo. 

A história, em si, é cheia de suspenses, as peças do jogo são bem elaboradas e a forma como isso nos guia até a explicação do que aconteceu foi muito bem sequenciada, a ponto de nos deixar satisfeitos com cada passo dado pela garota. Uma coisa que eu gostei muito, também, foi o fato de os segredos não serem todos entregues apenas no final. Quando autores fazem isso, acredito que nos prendem ainda mais, porque o que passamos a questionar não é mais o que aconteceu, mas sim o que ainda pode acontecer depois de descobrirmos o ponto forte da história, e Alana soube fazer isso muito bem, o que não é tão fácil. 

Por fim, digo que o livro, apesar de ter muitas páginas, é extremamente rápido, os acontecimentos não são enrolados, mas diretos, mantendo sempre a ansiedade do leitor no ápice. A escritora da autora é muito gostosa e só nos faz querer ler mais e mais. É um livro tenso, de leitura fácil e interessante de ser acompanhado. Indico muito a leitura! 


Ps. Para quem não viu essa nossa postagem, a Alana Gabriela e a Nina B. Prescott são a mesma pessoa! A pouco tempo ela divulgou isso, o que me deixou deslumbrada, porque já tinha amado o livro “Histórias em retalhos” (RESENHA AQUI) escrito por ela, e aqui estamos com mais um livro muito bem escrito! Além de um amor de pessoa, é extremamente talentosa na escrita! 
Nina B. Prescott = Alana Gabriela

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha – As lendas de Saas Parte 2

quinta-feira, 26 de novembro de 2015
Título: As lendas de Saas Parte 2
Autor(a): Rebeca Melo
Número de páginas: 248

Por: Brenda Sousa

“Ela sabia que a realeza não estava no luxo ou mordomia, mas no caráter de líder e na responsabilidade pelo bem do povo.” 
As lendas de Saas Parte 2, Rebeca Melo

~ Se você ainda não leu a parte 1, fique atento a possíveis spoilers~

O final da primeira parte de “As lendas de Saas” nos deixou com uma grande expectativa, ansiedade e curiosidade sobre o que estaria por vir. Nemat, TB, Tenazd, Shari, Leor, Marboh e Hadin estavam começando a encarar a grande aventura de atravessar o mundo, dois oceanos inteiros, pela primeira vez na história. Não sabiam o que encontrariam nem como lidar com os possíveis problemas, e seguiram caminho mesmo assim. Tudo porque Nemat desejava com todas as forças recuperar o reino que pertenceu à sua família no Ocidente. Partiram, então, todos do Oriente para o Ocidente, em direção a um mundo cheio de surpresas.

A Parte 2 começa com a chegada deles à Jope, terra com a qual Nemat sonhou por tanto anos conhecer. Ela é a princesa desta terra e a primeira a sair da embarcação, pisando em terra firme. O plano deles era encontrar uma aldeia e se infiltrar para, aos poucos, buscar reconquistar tudo aquilo que está sob o comando dos Palassins e do imperador Ortis, homem quem mandou matar toda a família de Namet, inclusive seus pais. O que o imperador não sabe que é a mãe dela, Ravel, sobreviveu e fugiu, grávida dela. Nemat é o pior pesadelo que Ortis nem imagina que tem.

“- Hoje, nobres Exploradores do sul, vocês tornam-se mais do que guerreiros, hoje, nós somos a esperança! A esperança de justiça, de igualdade, de liberdade! E será ao lado de vocês que eu, princesa real de Jope, terei a honra de lutar pelo nosso Reino!” 
As lendas de Saas Parte 2, Rebeca Melo

Eles caminham pelo deserto, buscando o primeiro sinal de alguém por perto. O grande detalhe é que não tinham mantimentos e nem energia suficiente para isso. Acabam todos desmaiando em certo ponto da viagem. É nesse momento que a história começa a esquentar, acredito. Hadin é o primeiro a acordar e perceber que não está mais no local em que recordava estar antes de desmaiar. Alguém os prendeu e busca satisfações. Sical, Collina, Taipho e outros custam a compreender, mas acabam acreditando na história de Nemat como sendo a princesa sobrevivente e se unem a ela para começar a desenvolver a ação. A partir de então, Nemat e seus companheiros, antigos e recém-adquiridos, iniciam uma jornada de guerras, batalhas difíceis e criativas e muito sangue, a fim de recuperar a parte de sua história que foi impedida de viver devido aos ataques realizados por Ortis à sua família num passado distante. 





        Mapa de Saas - Reinos e oceanos (Só para vocês terem noção da complexidade da guerra!)

Em “As lendas de Saas – Parte 2”, Rebeca Melo conseguiu nos cativar ainda mais. Agora já estamos familiarizados com a maioria dos personagens e suas histórias, já trazemos a nossa paixão pelo lobinho Marboh desde o primeiro livro, e nos engajamos na luta por justiça junto com todos eles. A história é intensa e todos os acontecimentos da guerra são muito bem elaborados pela autora. É uma delícia ver cada estratégia, imaginar como e se irão dar errado, vê-los lidar com tudo isso e ainda com todas as tragédias que os rodeiam. Me senti muito mais parte de Saas do que no primeiro livro, me emocionei em alguns momentos (sem spoiler, mas, poxa, autora, mexeu com meu coraçãozinho, hein? Hahaha), tive muita raiva em outros e em vários deles também parei para refletir. 

Obviamente, não deixei de me divertir com inúmeras situações na história. Isso é o mais interessante de tudo: é um livro cheio de ação, estratégias e planos, mas sem perder sua essência de romance e comédia. Tem de tudo um pouco, de forma muito bem dosada, o que torna a leitura ainda mais gostosa (e ainda melhor do que a parte 1). Eu já comentei na resenha do primeiro livro o quanto a criatividade da Rebeca me encanta e continuo deslumbrada com isso, não só pela história muito bem contada em si, mas pelos nomes de reinos (antigos e atuais), de personagens, de batalhas, de dias históricos e etc. Apaixonante! 



Para quem curte fantasia, essa é uma série que eu indico com todo o meu coração. É fácil se apaixonar pelos personagens, sentir-se familiarizado com eles e querer ler e acompanhar mais e mais a história de cada um. O livro será lançado oficialmente no dia 30 de Novembro de 2015 (30/11/2015). Divulgaremos nas nossas redes sociais, fiquem de olho! ;)




AHHH! E meu grande agradecimento vai para a autora Rebeca Melo, minha parceira xodó, por ter nos fornecido o livro antes do seu lançamento para leitura e divulgação da resenha! É uma honra ser considerada digna dessa confiança, obrigada! <3 

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





[DIVULGAÇÃO] O Adversário - Maurício Limeira

domingo, 22 de novembro de 2015
Título: O ADVERSÁRIO
Autor: Maurício Limeira
Gênero: Terror
Páginas: 222

"A vontade é uma só. Pular. Saltar e dar por encerrada, antes que o dia amanheça e eu seja descoberto, toda essa história alucinada e desprovida de sentido. Antes que recomecem as sombras e as vozes e as ameaças e eu novamente me veja encurralado entre uma parede e o cano de um revólver."

Na procura por vingança pelo assassinato da namorada, um jornalista se embrenha no submundo do crime sem saber o que vai encontrar. Ao buscar os serviços do assassino Casemiro, jamais esperaria ele que a vingança desejada iria se transformar em algo muito maior e mais assustador do que a violência urbana e a corrupção do tráfico. Sangue, almas gêmeas, dor, medo, trevas, o outro obscuro à espreita. O mal, personificado na crueza e agressividade de Casemiro, já o incluíra em seus planos e o aguardava para um destino do qual era tarde demais para recuar.


Em O ADVERSÁRIO, o sobrenatural age da forma mais incômoda: nas coisas pequenas de nosso cotidiano. Ele age por baixo dos momentos de tranquilidade. Prega pequenas peças que jamais associamos ao todo. Aflora em lugares insuspeitos. Cava galerias sob nossa paz. Até que, num crescendo de tensão e horror, chega a hora em que as instalações nas quais erguemos nossa sanidade, de tão corroídas, vêm abaixo.



No blog de O ADVERSÁRIO, além de notícias sobre este romance, você também pode encontrar contos com temática fantástica e sobrenatural. O blog fica em  http://oadversario.blogspot.com.br/


Confira os capítulos disponíveis para leitura: 

Para comprar o seu exemplar, basta clicar AQUI, com frete grátis!

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha – Virando amor

sábado, 21 de novembro de 2015
Título: Virando amor
Autor(a): Isadora Ferreira
Número de páginas: 199

SINOPSE: Mudar bruscamente de cidade e passar a frequentar um novo colégio é complicado quando se é adolescente. Ainda mais quando é preciso alimentar um namoro a distância, algo muito desgastante. Priscila tem apenas 16 anos e tem de aprender a lidar com esses sentimentos, e começa a perceber que somente amar alguém não é suficiente para manter um relacionamento. No entanto, no momento em que se vê perdida e sem ação, ela se dá conta de que a vida em uma cidade grande não é tão ruim e que um novo amor pode surgir diante de tantas descobertas.


Por: Brenda Sousa

“[...] com os pequenos detalhes as pessoas mostram o que sentem pela gente.” 
Virando amor, Isadora Ferreira.

Priscila é uma garota de 16 anos que está no segundo ano do ensino médio, tem um namorado maravilhoso, Gabriel, e leva uma vida tranqüila com suas amigas. Certo dia bem no meio do ano letivo, ao chegar em casa, Priscila recebe a notícia de que seu pai havia sido transferido de Curitiba para São Paulo e que toda a família teria que se mudar no dia seguinte, incluindo ela, os pais e as cachorras Lina e Luna.

Para qualquer pessoa isso já seria uma mudança drástica, mas para uma adolescente com uma vida acadêmica e social já estabelecida fica ainda pior. Priscila é obrigada a trocar de cidade e escola, fazer novos amigos e manter os antigos à distância, além de cultivar um relacionamento também à distância. 

A chegada fora o momento mais complicado, mas ela acaba se acostumando com a nova casa, vizinhança e a nova escola. Logo conhece Gabriela, Phelipe, Alice, Elisa e Eduardo e passa a se enturmar melhor. Com a mudança, Priscila volta a Curitiba quase toda semana, porém o final do período na escola deixa as coisas um pouco mais apertadas, fazendo com que ela demore mais de comparecer. Todo esse tempo sem encontrar Gabriel faz com que Priscila perceba o quanto ele vem mudando ultimamente. As ligações e o tom da conversa mudaram, ele ficou agressivo, ciumento desnecessariamente, um rapaz totalmente diferente do namorado dos sonhos que ela acreditava ter. Em uma de suas idas a Curitiba as coisas mudam. Priscila descobre atitudes muito diferentes de Gabriel e sua vida vira de cabeça para baixo. As suas relações mudam tanto com algumas amigas, quanto com o namorado e ela percebe o quanto a mudança, no fim das contas, pode ter te mostrado quem as pessoas são. Seu coração agora é outro e ela tem uma importante decisão à fazer com relação a ele.


O livro é uma graça! É uma leitura tranqüila e rápida, e me lembrou muito a escrita de Paula Pimenta (que, inclusive, é citada no livro, juntamente com Bruna Vieira). Gostei bastante da escrita da autora, os capítulos são fluidos e a história é direta, sem muita enrolação. É um livro fofo e bem legal de ler, daqueles que te acalmam depois de leituras muito tensas, porém que também não te enche de baboseiras e te mostra como as pessoas podem realmente ser. Para quem curte livros assim, fica a indicação! 

Caso se interessem, é só clicar AQUI para comprar um exemplar de “Virando amor”. 

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Lançamento - A estranha mente de Seth (Concorra a livro autografado)

quarta-feira, 18 de novembro de 2015
Olá, olá, leitores!

Como vão todos? 
No post de hoje vamos apresentar a vocês uma novidade. Alguns devem lembrar que postamos uma resenha sobre o livro "Histórias em retalhos" por aqui, o qual nos apaixonamos pela leitura. (RESENHA AQUI). Também falamos que a autora escrevia usando um pseudônimo (Nina B. Prescott) e nem nós sabíamos seu verdadeiro nome. Recentemente fizemos parceria também com a autora Alana Gabriela (resenha de dois de seus livros  chegando em breve) e a alguns dias descobrimos que Nina e Alana são a mesma pessoa! Sim, eu ainda estou abismada com isso e fiquei ainda mais empolgada para ler os outros livros dela. <3 Maaaaas... O post de hoje traz a divulgação de seu próximo lançamento e a chance de todos nós concorremos a um livro físico autografado pela autora! Quer saber como? 


Basta fazer um post de primeiras impressões de ‘A Estranha Mente de Seth’. Receba as primeiras 50 páginas do livro, poste as suas impressões até o dia 16 de dezembro e concorra a um exemplar autografado. É fácil participar: mande um email para alanagabrielafr@gmail.com ou entre no blog Pieces of Alana Gabriela pela aba de contato pedindo para participar com o assunto: Primeiras Impressões que ela enviará o PDF.


Sobre o livro...

Seth R. é um jovem extremista, um pensador que vive entre aulas matinais na faculdade e noites de treino numa sociedade clandestina e assassina em Vojerasa. Seth tem duas obsessões que controla com frieza e paciência: manter Lauren, seu amor platônico e sôfrego, pura para sempre e matar o conde Luendres Marquez. Tudo foi planejado. Ele tem um plano perfeito. O mártir perfeito em quem se apoiar. Seth fará o impensado e causará a Primeira Grande Guerra.




A Alana está publicando o livro pela Editora Autografia. Compareça ao lançamento. Informações abaixo.

DATA: Quinta-feira, 26 de novembro.
LOCAL: Sociedade Semear, Rua Vila Cristina, 148. São José, Aracaju, SE.
HORÁRIO: À partir das 19h.

Participem e concorram! Já li um dos livros da autora e SUPER recomendo! Em breve nossas primeiras impressões por aqui também! 

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - Um caso perdido

domingo, 15 de novembro de 2015
Título: Um caso perdido.
Autor(a): Colleen Hoover.
Número de páginas: 381.
Editora: Galera Record.


Por: Brenda Sousa.

"O que quer que seja, o que quer que a gente esteja fazendo, parece bom demais, certo demais e perfeito demais, e assim fico pensando em todos os livros que li e em como, quando as coisas ficam boas demais, certas demais e perfeitas demais, é só porque alguma reviravolta horrorosa ainda não se infiltrou na situação maravilhosa [...]."
Um caso perdido, Colleen Hoover.

Sky é uma garota de 18 anos (ou não) que foi adotada aos 3 anos de idade por Karen, e desde de então vive isolada de qualquer tecnologia, como celular, internet e televisão. Estudou em casa desde pequena e sua melhor amiga é também sua vizinha, Six. Vivem de muitas aventuras com garotos entrando e saindo por suas janelas, assim como uma visitando o quarto da outra da mesma forma, comendo potes e potes de sorvete e vendo muitos filmes juntas. Como fruto dessa amizade, Six convence Sky a entrar para o mesmo colégio que ela no último ano e ambas acabam convencendo Karen de que seria uma boa ideia.

É um colégio cheio de adolescentes problemáticos e digamos que Six e Sky não tem uma boa fama. Assim, desde o primeiro dia Sky recebe olhares e comentários, assim como post its colados na porta do seu armário, mas nada disso a incomoda, muito pelo contrário, aliás. O fato é que Six a convenceu de entrar para o colégio no ano que passará 6 meses fazendo intercâmbio fora do país, o que deixa Sky sozinha nesse mundo de loucos. Ela acaba fazendo amizade com Breckin e ele se torna seu "melhor amigo no mundo todo". Antes de viajar, Six dá a Sky um presente: um telefone celular para que se comuniquem por mensagens enquanto estiverem afastadas, obviamente sem que Karen saiba de nada.



Pouco depois da viagem de Six, Sky acaba conhecendo um rapaz no mercado, no caixa ao lado do seu. Ele faz com que Sky sinta algo que nenhum outro garoto na sua vida a fez sentir antes: uma forte atração. Ele a persegue até o estacionamento, segura o seu braço e a obriga a dizer seu nome a ele, de uma forma um pouco assustadora. Sky responde, mostra sua identidade e vai embora. No dia seguinte, ela está no seu hábito diário de corrida e acaba fazendo um caminho um pouco maior do que o normal, parando, exausta, para descansar um pouco. O que ela não sabia é que por uma grande coincidência está parada na frente da casa de Dean Holder, o garoto do super mercado, que também gostar de correr e a encontra parada bem ali. Ela está bastante cansada e ele oferece água e pretende correr com ela de volta para casa. No caminho, ele lhe conta que a buscou pela internet e não encontrou muita coisa sobre a vida dela. Assustador, não? Ele poderia ser um perseguidor doentio, mas no fundo Sky sabe que esse não é o caso.

Pouco a pouco ela descobre que ele era aluno da mesma escola que ela e que abandonou tudo a mais ou menos um ano atrás, por ter sido um ano extremamente conturbado e difícil de sua vida. Ela acaba convencendo-o a voltar à escola, mesmo sabendo de tantos boatos sobre a vida dele, e com esse acontecimento eles se aproximam ainda mais. Sky descobre as múltiplas personalidades de Holder, desde muito agressivo até extremamente carinhoso, e nisso descobertas sobre a vida de ambos vão sendo feitas de uma forma intensa, assustadora e devastadora para nós, leitores.

Confesso que comprei o livro por curiosidade sobre os comentários que já tinha ouvido e muitas resenhas que já tinha lido. Nunca tinha lido nada da Colleen e decidi me jogar nesse mundo. Até mais ou menos a metade do livro, achei que fosse ser algo no estilo "Belo desastre" (que, por sinal, não me agradou muito), mas certa noite, antes de dormir, li um capítulo bomba, onde a história mudou completamente o meu conceito sobre o livro até aquele momento. Agora me digam: antes de dormir é o melhor momento para fazer a grande descoberta do livro? hahahaha Pois é. Depois deste capítulo, eu queria acordar de madrugada e devorar todas as páginas, me isolar do mundo e engolir o livro de uma só vez.



Acreditei que aquela seria a única grande bomba, mas me enganei. E capítulo após capítulo fui surpreendida por histórias do passado que fizeram muito sentido em todo o enredo do livro e me peguei chorando em vários capítulos. Chorando não de emoção, mas de dor. Aquela dor que vem dentro do nosso peito quando sentimos o que a personagem quer verdadeiramente nos passar. Foi assim que me senti com este livro. Posso dizer que é um livro muito forte, carregado de fortes emoções, triste e que ao mesmo tempo nos mostra a importância das pessoas que temos ao nosso redor, que nos amam e que fariam tudo por nós. Em momento algum senti raiva de Karen, porque acho que sempre imaginei que havia algo nobre nela, apesar da história muito estranha quanto ao passado de Sky.

Me apaixonei pelos personagens, pela intensidade da existência de cada um deles e em como eles se completaram durante toda a história. Imaginei cenas e mais cenas transformadas num filme nas telas de cinema e entendi muito bem o que todas as pessoas falavam para mim sobre a história de Colleen Hoover. Tive vontade de aplaudir o livro de pé assim que o fechei na última página. Indico com todas as minhas forças a leitura de 'Um caso perdido' e digo: protejam os seus corações, porque o que vem por aí não é um caso de amor qualquer. 
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





[TAG] Justin Bieber Book Tag

sábado, 14 de novembro de 2015
Olá, olá, leitores!

Voltamos hoje para responder a tag que o blog Saco Literário nos indicou para fazer. Espero que gostem e sintam-se à vontade para fazer também!

Mistletoe
"É a época mais bonita do ano / as luzes espalham alegria pelas ruas..." ♫♪

 Um livro que te lembre o natal ou que seja ambientado nessa época.


Eu sou o mensageiro, Markus Zusak. Em algum momento do livro o garoto cita que vai ajudar a decorar a casa de alguém com luzes de natal, se não me engano. O livro é, no geral, lindo, e esse momento é mais um dos apaixonantes da história!




Baby
Um autor(a) que você não conseguiu mais parar de ler depois de ter conhecido o primeiro livro dele.

Eu diria Meg Cabot. Desde a infância leio livros dela e atualmente tenho conhecido séries mais para jovens (que é o meu caso atual) e continuo apaixonada. A linguagem dela acompanha a idade dos fãs e conquista qualquer faixa etária!




As Long As You Love Me
"Contanto que você me ame / poderíamos estar passando fome / poderíamos estar sem casa / poderíamos estar sem dinheiro..." ♫♪

Aquele casal literário com um amor super meloso que te deixou irritado(a).



Abby Abernathy e Travis Maddox. Sim, eu achei. Tudo bem que é um amor meloso bem diferente do convencional, mas me irritou. Kkkkk 



Boyfriend
"Se eu fosse seu namorado / nunca deixaria você ir embora..." ♫♪

Um livro ou série que você já está querendo há algum tempo, mas ainda não tem na sua estante.



Perdão, Leonard Peacock. Estou louca para ler ele, mas quando fui comprar na última promoção da submarino o estoque esgotou bem na hora que eu decidi clicar nele! #chorando




One Time

Um livro que você só leu uma vez e não tem a intenção de reler.

O teorema Katherine. Nossa, é um livro que é fofinho e tal, mas quando eu li e terminei fiquei me perguntando “Quando o propósito deste livro?”. Desculpem os que gostaram muito, mas é um livro que eu não leria de novo. Não me empolguei com a leitura...

Never Say Never
"Eu lutarei para sempre / sempre que você me derrubar / eu não ficarei no chão..." ♫♪

Um(a) personagem literário(a) que é super batalhador(a).




Harry Potter, coitado! Batalhador no sentido mais literal possível, desde o primeiro ano de vida. Hahaha Amor eterno. <3




What Do You Mean
"O que você quer dizer? / Quando balança a cabeça diz que sim / Mas você quer dizer que não..." ♫♪

Um personagem que é extremamente indeciso.


Vi essa escolha no blog que me indicou e tenho que dizer o mesmo: America Singer! Hahahaha Tudo bem que eu compreendo a dúvida tremenda entre Aspen e Madson, mas vamos combinar que poderia não ser tão enlouquecidamente indecisa! Hahaha



All That Matters
"Você acha que sou influenciado / pela pessoa que é importante pra mim..." ♫♪

Indique blog ou canais literários para responder essa tag.

Não vou indicar ninguém, mas digo que sintam-se à vontade para fazê-la! Caso façam, nos falem aqui e visitaremos o blog! ;)


Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





[DIVULGAÇÃO] - O ADVERSÁRIO (Maurício Limeira)

sexta-feira, 13 de novembro de 2015
Título: O ADVERSÁRIO
Autor: Maurício Limeira
Gênero: Terror
Páginas: 222

“Há uma sombra”, ela enfim disse, sem abrir os olhos. 
Há alguém perto de você. Rodeando você. Quer algo que você tem. Não descansará enquanto não obtiver aquilo que só em você encontrou.”


Na procura por vingança pelo assassinato da namorada, um jornalista se embrenha no submundo do crime sem saber o que vai encontrar. Ao buscar os serviços do assassino Casemiro, jamais esperaria ele que a vingança desejada iria se transformar em algo muito maior e mais assustador do que a violência urbana e a corrupção do tráfico. Sangue, almas gêmeas, dor, medo, trevas, o outro obscuro à espreita. O mal, personificado na crueza e agressividade de Casemiro, já o incluíra em seus planos e o aguardava para um destino do qual era tarde demais para recuar.


Em O ADVERSÁRIO, o sobrenatural age da forma mais incômoda: nas coisas pequenas de nosso cotidiano. Ele age por baixo dos momentos de tranquilidade. Prega pequenas peças que jamais associamos ao todo. Aflora em lugares insuspeitos. Cava galerias sob nossa paz. Até que, num crescendo de tensão e horror, chegar a hora em que as instalações nas quais erguemos nossa sanidade, de tão corroídas, vêm abaixo.

                                                                 SOBRE O AUTOR                                                                 

Maurício Limeira é carioca, formado em História, nasceu em 1969. Escreve desde a adolescência, publicando parte desse material na internet e parte inscrevendo em concursos literários, onde já foi premiado. Teve um artigo dos tempos de faculdade publicado no livro “História e Imagem”, e dois contos publicados na coluna na revista “Cult”. Participa do grupo Filmantes, o qual fundou e com quem vem realizando vídeos independentes disponibilizados na internet.

No blog de O ADVERSÁRIO, além de notícias sobre este romance, você também pode encontrar contos com temática fantástica e sobrenatural. Para acessar o blog, clique AQUI

Assista ao booktrailer do livro em: https://www.youtube.com/watch?v=ECvzjcHvn5g

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - Caixa de Pássaros

quinta-feira, 12 de novembro de 2015
Título: Caixa de pássaros.
Autor(a): Josh Malerman.
Número de páginas: 264.
Editora: Intrínseca.


Por: Brenda Sousa

"Se o problema é a visão, talvez a gente só precise alterar nosso modo de ver."
Caixa de pássaros, Josh Malerman

O mundo parecia normal até incidentes com mortes suspeitas e bem semelhantes começarem a acontecer em diversas localidades. Malorie acompanhou os acontecimentos através do desespero de sua irmã, Shannon, ao assistir os noticiários conforme os casos aumentavam e se aproximavam mais e mais de sua cidade. Acreditava-se que, as pessoas que passavam por essas mortes, haviam visto alguma coisa que as tinha levado a um estado de loucura, a ponto de se matar. De repente, as pessoas começaram a cobrir suas janelas e portas, a fim de evitar que vissem as tais coisas que levaram a isso. Malorie estava cética, a príncipio, até o momento em que sua irmã foi tapar a janela do banheiro e demorou mais do que devia. Maloria foi atrás dela, gritou seu nome e não obteve resposta alguma. Encontrou Shannon morta no chão do banheiro. Sua irmã se tornava mais um número na estatística.

A partir deste momento, Malorie se desespera. Ela tinha acabado de compartilhar com a irmã que estava grávida do seu ex-namorado (que não mantém mais nenhum tipo de proximidade com ela) e fica desnorteada ao descobrir que seus pais também não respondem mais a nenhum telefonema. Ou seja, ela está, agora, sozinha num mundo onde estão todos enlouquecendo. Lembra-se, então, que mais cedo ao folhear o jornal, viu um anúncio de pessoas que estavam numa casa, morando juntas e que garantiam ser um lugar seguro onde outras pessoas poderiam ir morar. É para lá que Malorie decide ir.


Numa fuga desesperada, torcendo para não ver nada que a enlouquecesse, Malorie chega ao local de destino. A casa está com todas as janelas e portas cobertas, assim como as outras em que ainda há alguém morando. Logo na entrada, todo um protocolo de verificação é feito: se ela está sozinha, se está vendada, o que viu no caminho, como foi parar ali e por que? Ela responde a todas as perguntas, os moradores da casa a colocam para dentro e ela passa por mais um processo de revista. Depois de tudo terminado, os moradores se apresentam: Tom, Don, Jules, Cheryl (a única mulher), Victor (cachorro de Jules) e Felix. Malorie, mesmo sendo mais uma boca para alimentar e um grande problema daqui a 9 meses, é bem recebida e acolhida na casa.

A partir desse momento, o livro nos traz a vida dos personagens confinado nesta casa, saindo apenas para pegar água no poço, vendados e sendo guiados pelas vozes uns dos outros, sempre atentos à barulhos estranhos e movimentos próximos a eles. Pouco depois, mais dois personagens vão chegar e adicionar um pouco de emoção à história, são eles Olympia e Gary. Gary é um cara cético, que não acredita muito que as criaturas tenham todo esse poder sobre os humanos só por serem vistas. Declara que saiu da outra casa porque as pessoas começaram a brigar por esse motivo e acabaram se virando umas contas as outras. Olympia, por sua vez, é a terceira mulher da casa e também está grávida.


Durante toda a história, acompanhamos alternadamente a situação quatro anos antes, quando tudo começou, e como estão as coisas agora. Malorie agora está sozinha com duas crianças, um menino e uma menina cujo nomes não são revelados até o final da história, e tenta fugir de barco para um outro local seguro, que também só descobrimos onde é no final da história. Para mim, a coisa mais angustiante é não saber do que se trata a tal criatura, se é que há alguma. Tive um pouco de medo no começo da história, mas isso se tranformou em gás para terminar de ler a história rapidamente. Depois de ter concluido a leitura, percebi que o momento mais tenso para mim foram os partos de Malorie e Olympia, que se passam num momento de caos dentro da casa.

No geral, o livro é ótimo. Diferente daquilo que vemos com frequência por aí. Não sei se haverá uma continuação, mas acho que seria bem interessante, pois achei que o final não foi tão fantástico quanto o livro inteiro. Talvez o autor não tenha bolado algo tão bom para ser explicado no final e caminhou para o desfecho com o qual o livro foi publicado. Não me entendam mal, não foi um final ruim, mas foi um final que me rendeu ainda algumas dúvidas sobre como as coisas ficariam. Por fim, eu indico a leitura. Conheci o livro na turnê intrínseca e desde então desejava lê-lo. Espero que gostem! Aos que leram, o que acharam?
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Lançamentos de Novembro - EDITORA DRACO

segunda-feira, 9 de novembro de 2015
Olá, olá, leitores!!

Hoje trazemos os lançamentos do mês de Novembro da nossa editora parceira, Editora Draco! Novembro chegou e com ele um montão de lançamentos da Dracomics, o selo especial para quadrinhos da editora! Vamos conferir?

O Rei Amarelo em Quadrinhos, org.: Raphael Fernandes 

A redescoberta da obra de Robert W. Chambers, autor dos contos sobre a peça de teatro maldita O Rei Amarelo, inspirou essa coletânea com oito histórias em quadrinhos cheias do mais doentio horror em preto, branco e amarelo. São 164 páginas macabras inspiradas pela leitura do livro amaldiçoado, visões amareladas que forçaram os artistas a realizar histórias originais que destruíssem tudo à sua volta, até eles mesmos. O Rei Amarelo em Quadrinhos é o terror na sua forma mais bruta, trazendo imagens cativantes e perturbadoras interpretações para a busca por Carcosa. Mas, acima de tudo, é um mergulho em um poço ocre onde a esperança de emergir para a realidade não passa de um sonho em duas cores.


Argos – Um fim do mundo muito louco, Leo Martinelli e Raphael Salimena

O mundo acabou, mas a aventura apenas começou! Enquanto perambula pelas tediosas planícies do fim do mundo, a jovem barda Rita busca inspiração para compor a balada épica definitiva. E seus desejos são atendidos na forma de quatro misteriosos guerreiros que caem do céu com uma missão: encontrar a misteriosa Argos, passar pelo seu temível guardião e recuperar o único artefato que pode salvar a vida do Rei! Mais do que uma divertida busca que lembra as aventuras de RPG e videogames, essa é uma jornada que desbrava um lindo futuro distópico rodeada por ecos do passado.


Starmind – o professor de Química do mal, Ryot e Toppera-TPR

Starmind conta a história de Artie, um garoto que pede a uma estrela cadente para se tornar inteligente e milagrosamente é atendido. Assim torna-se Starmind, o Guardião do Saber. O guerreiro tem o poder de distribuir inteligência a todos, o problema é que só faz isso através da porrada! Isso traz diversas consequências, tanto boas quanto más, e cabe a Artie e seus amigos enfrentá-las. E desta vez, como na Terceira Lei de Newton, poderosas reações irão diretamente de encontro ao nosso herói. Dr. Phillipe Popper, o professor de Química na escola, discorda da maneira radical dos métodos de ensino aplicados por Starmind. Agora o Guardião do Saber deverá responder ao desafio do sábio vilão.


Cabra D’água – Terra sitiada, Airton Marinho e Ronaldo Mendes

Cristiano Valente, também conhecido como Cabra D’água, é um cabeludo bem vestido, conversador e cheio de atitude. Vagando pelo sertão nordestino, usa as suas habilidades de manipular a água para resolver conflitos e ajudar o povo sertanejo, ao mesmo tempo que aprende sobre esses novos poderes com coragem e bom humor. A cidade de Gado Bravo foi sitiada pelo bando do Gordão, as autoridades locais foram dominadas. Agora, seus moradores estão proibidos de sair de casa enquanto tudo está sendo destruído. O terror tomou conta! Mas Gado Bravo também é onde mora Cezinha, um garoto esperto que tem o amigo mais poderoso do sertão: Cabra D’água! 


Quack – v. 1, Kaji Pato 

Aventurando-se para pagar as contas ou ter o que comer (e nem sempre conseguindo as duas coisas), os amigos se metem nas mais absurdas presepadas, mesmo saindo no prejuízo. Será que vão conseguir quitar todas as dívidas com seu sinistro agiota? Quack é um mangá com roteiro e desenhos de Kaji Pato. Prepare-se para loucuras, risadas e diversão, mas acima de tudo uma história de aventura e amizade, que mostra a força do espírito livre e da imaginação. 


Cortabundas – O Maníaco de José Walter, Talles Rodrigues

Esta não é uma obra de ficção. Conheça o maníaco que aterrorizou Fortaleza nos anos 80. 
Quem vê as portas e janelas cobertas por grades de ferro no Conjunto Prefeito José Walter, periferia de Fortaleza-CE, não imagina que são tudo o que resta de uma série de acontecimentos terríveis no final dos anos 1980. Lá agiu o Cortabundas, um indivíduo misterioso que entrava nas casas durante a madrugada, fazia cortes nas nádegas de mulheres e desaparecia na escuridão. Foram três anos de pavor no bairro, pois ninguém conseguia descobrir a verdadeira identidade do criminoso. O maníaco do José Walter ganhou ares de lenda urbana, ao ponto de muitas pessoas acreditarem que ele nem mesmo existiu. Mas quem morava na área, e principalmente quem teve as suas casas invadidas pelo Cortabundas, lembra muito bem de tudo o que aconteceu.


Valkíria – A Fonte de Juventude, Alex Mir e Alex Genaro

Valkíria é uma guerreira que vive em uma terra onde a brutalidade é a única certeza no dia a dia de humanos e criaturas que a habitam. Junto ao seu fiel companheiro Rama, ela vai encarar diversos desafios, como encontrar a famosa fonte da juventude, enfrentar uma horda de zumbis famintos e destruir os planos de um grupo de terríveis mercadores de escravas. Este é o primeiro álbum que reúne histórias da saga dessa lendária aventureira. 


Lagoena – O Portal dos Desejos, Laísa Couto

Rheita é órfã de mãe e a única neta de um joalheiro falido. Por mais que seu avô tente, os esforços para isolar essa garota de 10 anos do mundo e esconder sua verdadeira identidade são inúteis. Inteligente e esperta, a curiosidade da garota leva-a a uma descoberta no antigo quarto da mãe. Encontra a metade de um mapa mágico, mas qual seria a relação disso com o desaparecimento de seu pai? Quando Kiel, o filho gago do sapateiro, faz revelações incríveis a Rheita, juntos partem para uma aventura repleta de segredos ainda maiores, rumo a um outro mundo, Lagoena, a Terra Secreta que corre grande risco de não mais existir. A menina deverá salvar esse lugar mágico, protegendo o tesouro do mapa da cobiça de um imperador amaldiçoado, enquanto segue o maior desejo de seu coração: encontrar o pai que nunca conheceu.


Até o fim da queda, Ivan Mizanzuk

Anos se passam e Daniel Farias, um popular escritor de terror, decide reconstituir o caso em sua nova obra. Durante a pesquisa, descobre histórias sobre uma ordem secreta operando em nome de um demônio, o Dragão Vermelho, cujas origens remontariam a um exorcismo ocorrido no século XVI, na Espanha. Sucesso imediato entre os fãs, o livro alcança a lista de best-sellers e também as páginas policiais, ao se espalhar a notícia de que leitores estariam se matando após a sua leitura. Isso faz as vendas explodirem, e o mistério aumenta quando o próprio Daniel começa a ser vítima de ameaças, enquanto pais preocupados tentam boicotar o livro. 


Dragões, org. Erick Santos Cardoso e Marco Rigobelli 

Os dragões guardam tesouros, são deuses dos céus e da terra, senhores dos elementos, criaturas ancestrais que raptam meninas nobres por puro capricho ou simplesmente lagartos gigantes que voam e cospem fogo. Mas ninguém pode negar que esses seres mitológicos são sinônimos da fantasia e da imaginação onde quer que apareçam. Nas 16 histórias deste livro você encontrará dragões domésticos que atrapalham a vida alheia, homens-dragões guerreiros com poderes antigos, dragões humanoides que lutam kung fu, ou dragões disfarçados que se revelam quando menos se espera.



E então, leitores? Curtiram? Adicionei os lançamentos de seu interesse ao skoob e conheçam mais sobre a editora clicando na imagem abaixo! Comprei e se joguem nesse mundo maravilhoso de leitura nacional! E tem mais: galera de Belo Horizonte e de Minas Gerais, todos esses super lançamentos estarão na FIQ-2015, de 11 a 15 de novembro! Confiram tudo no blog da editora clicando AQUI.


Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenhas – Arcano XV e A toca das fadas

sexta-feira, 6 de novembro de 2015
Título: Arcano XV
Autor(a): Ivan Mizanzuki
Editora: Draco

SINOPSE: Esta é a história de um homem que recebe visitas noturnas de uma entidade sobrenatural. No Tarô, o Arcano XV é a carta do Diabo, que representa os perigos existentes em reprimirmos os impulsos naturais. Mas como sabemos o que é verdadeiro? Seria a natureza capaz de mentir?


Por: Brenda Sousa

"O diabo falava da minha vida. Minha empresa, minha falta de interesse na igreja, minhas contas. Não havia segredos para Ele. Foi quando começou a falar de sua não-vida."
Arcano XV - Ivan Mizanzuki

Os contos da Editora Draco tem me deixando com mais e mais vontade de ler todos os outros e com esse não foi diferente. É um conto curto e meio macabro para quem teme coisas relacionadas ao Diabo. Gostei muito da forma de escrita do autor e de como a história aconteceu. Fiquei meio chocada com o desfecho, porque apesar de ser uma história rápida, eu não esperava que terminaria deste jeito. Para quem gosta de contos, indico. Aos que não gostam, indico também, porque é uma leitura curtíssima e interessante.

Para baixar o conto gratuitamente, clique AQUI.


Título: A toca das fadas
Autor(a): Clara Madrigano
Editora: Draco

SINOPSE: Conto de terror de Clara Madrigano. Jack e seu irmão encontraram a toca das fadas. Ou é o que Jack acredita. Mas conforme sua obsessão cresce, as coisas deixam de ser divertidas, e as fadas talvez não sejam doces como o mel de que se alimentam.




Por: Brenda Sousa

"Eu te seguiria para qualquer lugar, faria o que me mandasse fazer. Você era meu general, Jack, o único deus que eu adorava. Eu o seguiria a qualquer lugar, mas você me deixou para trás."
A toca das fadas - Clara Madrigano

Este é um conto diferente dos outros que já resenhei da Editora Draco. É um conto profundo sobre a relação entre irmãos e a confiança que é depositada nesta relação. Quando este laço se rompe, a decepção é imensa, a saudade e talvez até a culpa por esse rompimento podem mudar a vida de qualquer pessoa. Este conto é gostoso de ler, pois não é possível imaginar o que irá acontecer, e o final nos deixa com aquela pulga atrás da orelha, aquela vontade de conhecer mais sobre a história e os personagens.

Para baixar o conto gratuitamente, clique AQUI.

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - Uma curva no tempo

terça-feira, 3 de novembro de 2015
Título: Uma curva no tempo.
Autor(a): Dani Atkins.
Número de páginas: 235
Editora: Arqueiro


Por: Brenda Sousa

"E esse é o motivo por que você nunca deve guardar segredos de sua melhor amiga. Porque nunca se sabe quando se vai ter amnésia e precisar que ela preencha as lacunas!"

Uma curva no tempo, Dani Atkins

Rachel está prestes a se separar dos seus amigos depois do fim da escola. Ao todo, são um grupo grande de amigos que se conhecem a muito tempo e compartilham muitos momentos juntos. Rachel e Jimmy são melhores amigos desde pequenos e vizinhos, o que fez com que sempre se sentissem muito a vontade para visitarem um ao outro sem serem convidados. Perto de se separarem, os amigos marcam um jantar juntos. Em algum momento, Jimmy convida Rachel para ir na sua casa, dizendo que precisava conversar com ela, lhe contar algo muito importante. Todavia, no que seria supostamente a última noite em que todos estariam juntos, um acidente acontece. Rachel estava sentada na mesa num lugar bem próximo à janela do restaurante em que estavam, quando Matt grita que um carro estava vindo em alta velocidade em direção a eles. Rachel vê e o choque é tão grande que ela não consegue se mover. No momento em que seu cérebro finalmente acorda para a realidade, ela percebe que está presa entre as cadeiras que os outros deixaram, a mesa e a janela, sem conseguir sair do lugar. Ela observa: de um lado, todos os seus amigos correndo e ela ficando para trás e do outro o carro chegando cada vez mais perto a mais de 100 km por hora. Nesse momento é Jimmy, e não Matt (seu namorado que estava mais interessado em olhar para o decote e salvar a vida de Cathy, outra amiga deles), que volta até a mesa para puxar Rachel. Uma inversão de lugares faz com que Rachel saia bastante machucada, enquanto Jimmy está sem vida.

Passam-se 5 anos e Rachel agora está com 23 anos de idade. Ela ficou com uma cicatriz no rosto, dores de cabeça constantes e leva uma vida completamente daquela que sonhava quando adolescente. A perda de Jimmy foi algo que marcou muito a sua vida e ela sente-se culpada por isso. Seu relacionamento com Matt terminou pouco depois e hoje está solteira. Não voltava a Great Bishopsford (sua cidade natal onde tudo aconteceu) a muitos anos e a única razão que a leva de volta até lá é o casamento da sua melhor amiga. Nessa visita à cidade, Rachel decide visitar o túmulo de Jimmy em uma certa noite, sozinha. No cemitério ela começa a se sentir mal, as dores de cabeça mais fortes do que nunca e seu celular está sem sinal para que possa pedir socorro a alguém. De repente, enquanto saia em busca de sinal ou alguém vivo por perto, ouve passos e percebe que alguém a está seguindo. De repente ela cai, alguém segura seus pés e Rachel apaga completamente.


Quando ela acorda, está em um quarto de hospital com seu pai ao lado da cama. Ao abrir os olhos, Rachel percebe que seu pai, que antes estava quase morrendo com um câncer muito perigoso, está completamente bem. Começa a questionar como ele se curou e ele diz que nunca teve câncer. Ela repara logo em seguida que a sua cicatriz sumiu. A primeira visita que recebe é de Jimmy, que agora está vivo, como se nada daquilo tivesse acontecido, fora o fato de que está noiva de Matt. É aí que a vida de Rachel vira de cabeça para baixo e ela não consegue entender nada. Passa, então, a procurar as coisas da sua vida anterior para provar que não está louca, mas nada daquilo existe mais. Como justificar o acontecido?

Aos poucos Rachel lembra-se que, na noite que Jimmy morreu, ele queria contar-he algo muito importante e isso nunca pôde acontecer. Tanto seu pai quanto sua melhor amiga insistem que Jimmy sempre nutriu sentimentos de amor por ela, mesmo Rachel nunca querendo enxergar isso. A partir dessa segunda chance, seria essa uma forma de fazer sua vida ser como, inconscientemente, sempre sonhou?

[...]

Descobri esse livro por acaso lendo resenhas em outros blogs (como eu amo descobrir livros assim <3). Comprei numa promoção e não me arrependi nem por um segundo. Gostei bastante da história, do mistério dentro dela e da forma como Rachel recebeu uma segunda chance de realizar tudo o que sempre quis. Gostei do fato de que, apesar da história ter acontecido assim para que houvesse o reencontro entre Jimmy e Rachel, não foi um livro que focou apenas no romance de forma melosa. Acho que Dani Atkins conseguiu dar continuidade à história de uma forma que nós, aos poucos, fossemos esperando que os dois conversassem e se resolvessem. Nessa segunda vida, Rachel tem muito com o que lidar e a autora foi fiel ao trauma que ela acabara de passar ao acordar em uma segunda vida totalmente desconhecida.


Gostei da escrita da autora, da personalidade dos personagens e da forma como a história foi elaborada. Só não gostei muito dos capítulos longos. É algo que não me impede de ler um livro, mas que, às vezes, torna minha leitura cansativa e um pouco mais lenta, uma vez que não paro no meio de capítulos. Fora isso, a diagramação ficou bem gostosa de ler. Sobre o final: viva a imaginação do leitor. hahahah
                
Enfim, fica a indicação e, aos que ainda vão ler, espero que gostem! Aos que já leram, o que acharam do livro? Nos contem aqui nos comentários. :D





Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Divulgamos seu livro!

segunda-feira, 2 de novembro de 2015
Olá, olá, leitores!!

Hoje chegamos com uma novidade aqui no blog! Para quem já escreveu ou está escrevendo um livro e gostaria de ser divulgado, vocês estão no lugar certo!

Fazemos divulgação em todas as nossas redes sociais. Tempo de divulgação a combinar. É só entrar em contato conosco através do nosso e-mail: postandotrechos@gmail.com e conversamos! 

Cobramos apenas um valor simbólico, de acordo com o tempo que você desejar divulgá-lo! Caso queira conhecer as nossas redes primeiro, é só acessar:



ATENÇÃO: Para quem desejar estabelecer parceria, os termos de divulgação são diferentes.
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - Vingança mortal

domingo, 1 de novembro de 2015
Título: Vingança mortal
Autor(a): Raquel Machado
Número de páginas: 120


Por: Brenda Sousa

"Toda ação provoca alguma reação e algumas são maiores do que imaginamos."
Vingança mortal - Raquel Machado

Um grupo de amigos foi formado nos anos emocionantes de Ensino médio. Como acontece em muitos casos, após o fim da escola, muitos se separaram, mudaram de cidades e todos acabaram casando-se com amigos do grupo e mantém o casamento até então, por mais incrível que pareça. Apesar da distância, o sentimento permanece o mesmo e a saudade dos tempos de farra e escola ainda estão dentro do peito.

Brenda e Nicole eram amigas muito próximas, mas, por eventuais exigências do dia a dia profissional e de casamento, elas acabaram se afastando, como os outros. Certo dia, Brenda recebe uma ligação de Nicole informando que ela morreu em um acidente de carro. Brenda fica devastada, pensa em tantos momentos que gostaria de ter passado ao lado de sua amiga, quantas ligações gostaria de ter feito e seu peito já se aperta em saudade.

No dia seguinte Brenda vai até sua antiga cidade, Lageado Grande, para o velório e enterro da amiga. Ao ver o corpo no caixão, ela percebe que há algo errado: as marcas que deveriam ser do acidente eram profundas e tinham uma aprência semelhante a marcas feitas por facas. Brenda começa a raciocinar: será que foi mesmo "apenas" um acidente?


Dentro dessa história, são todos suspeitos. Brenda conta logo no início do livro como os amigos se conheceram e alguns fatos importantes na amizade deles, o que me fez desconfiar de alguém desde o príncipio, mas depois acabei mudando de ideia. Gostei muito da leitura, pois é um livro curto e que vai direto ao ponto. Não tem enrolação nem "encheção de linguiça". Somos apresentados aos personagens, logo em seguida ao fato crucial para a história e tudo se desenrola de forma tranquila para o leitor. Consegui ler o livro em uma única manhã, pois a diagramação da publicação me deixou bastante confortável para isso também. Gostei do desfecho e gostei da escrita da autora como um todo! Para quem gosta de leituras rápidas, com suspense e crimes, essa é uma ótima oportunidade.
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo