Resenha - O diário de Anne Frank

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015
Título:  O Diário de Anne Frank.
Autor (a): Anne Frank (organizado por Otto H. Frank e Mirjam Pressler).
Número de páginas: 349.
Editora: Record.


Por: Brenda Sousa

"E até que toda a humanindade, sem exceção, passe por uma metamorfose, as guerras continuarão a ser declaradas [...]." 
O Diário de Anne Frank.


O diário de Anne Frank é um livro-diário que traz relatos reais da menina Anne Frank durante o período nazista na Alemanha, na segunda guerra mundial. No início do diário, Anne tem apenas 13 anos. Ela nos conta como tinha uma vida tranquila, com muitos admiradores na escola, fala sobre aquilo que gosta de estudar, alguns de seus hobbies e nos apresenta sua família: seu pai, Otto Frank, a quem ela carinhosamente chama de Pim, sua mãe, Edith Frank, com quem vive em pé de guerra, e sua irmã mais velha, Margot, com quem mantém uma relação extremamente normal, não tão próximas como poderiam ser duas irmãs.

Anne é de família judia e com o início da guerra e a repressão dos alemães para com os judeus, a mando de Hitler, todos começam a temer as possíveis consequências que podem sofrer pelo simples fato de serem judeus. Diante do risco e da repressão que se torna mais forte a cada dia, seu pai decide que eles devem se esconder, sair de casa levando apenas o mais importante. O esconderijo é um prédio de 3 andares, onde funciona um escritório no qual seu pai trabalha e administra. No primeiro andar funciona normalmente o escritório, do segundo em diante está "O anexo", como é chamado no diário. Neste anexo é que eles vão se esconder. A entrada para o anexo é uma estante de livros, utilizada como disfarce em caso de suspeita de policiais atrás de judeus. 


"Para mim, as lembranças são mais importantes do que os vestidos". 
O Diário de Anne Frank.


Em alguns meses, outras pessoas são trazidas para o anexo e no total são 8 escondidos: a família de Anne (4 pessoas), Peter, Sr. e Sra. Van Daan e Dussel. A vida se passa com muita confusão, brigas, discussões e desentendimentos, muitas regras para proteção e o auxílio de alguns empregados do escritório no que diz respeito a comida e mantimentos. O medo permeia cada dia de vida dos 8 escondidos e diante disso Anne vai crescendo e se descobrindo. 

Ao ler o diário, é possível perceber grande crescimento de Anne com o passar dos anos, até mesmo pela forma de escrever e pelos interesses da menina. Aos poucos ela se aproxima de Peter e se afasta cada vez mais de sua família. Vive numa eterna luta entre "Quem sou eu?" e "Ninguém me entende", briga muito com sua mãe, se aproxima e se afasta de sua irmã em certos períodos, mas, diante de tudo isto, encontra um amigo, alguém em quem confiar, em Peter, que é cerca de 3 anos mais velho que ela. Dai surge uma paixão e uma relação de confiança que acaba sendo um alicerce para ambos durante todo o tempo de guerra, toda a aflição e angústia que tem de viver dentro do anexo durante anos sem nem sequer botar os pés na rua.


"- Mas você sempre me ajuda - disse ele.
- Como? - Perguntei, totalmente surpresa.
- Sendo alegre." 
O Diário de Anne Frank.


Anne narra acontecimentos políticos, religioso, pessoais e familiares em cada página de seu diário. Declara sua enorme vontade e seu sonho de ser escritora um dia, nos mostra alguns de seus poemas e nos conta um pouco sobre os seus escritos. E assim se passa todo o diário, inluindo descrições, que variam muito, relacionadas aos outros habitantes do anexo em diversos períodos da guerra. É difícil não se angustiar com certos trechos, não se colocar no lugar dela e imaginar o quão difícil deve ter sido passar tantos anos confinada no anexo, sem liberdade, sem diversão e sem toda a vida que uma adolescente normal deve ter. 

O diário termina em um momento de questionamento de Anne quanto a si própria, quanto ao que deve fazer para melhorar, quanto às duas Anne's que ela enxerga em si mesma. Após a última carta de Anne no diário, há um posfácio que nos explica o que aconteceu em seguida, incluindo para onde foram enviados todos, como e quando morreram e o que aconteceu nesse período. A maioria deles morreu em campos de concentração após serem capturados no anexo na manhã de 4 de Agosto de 1944, com a desconfiança de que alguém os havia delatado. Anne, Margot e sua mãe estão inclusas.


"Otto Frank foi o único dos oito a sobreviver aos campos de concentração. Depois de Auschwitz ser libertado pelas tropas russas, ele foi repartido a Amsterdã passando por Odessa e Maselha. Chegou a Amsterdã em 3 de junho de 1945, e ficou até 1953, quando mudou-se para Basileia (Suiça), onde morava a família de sua irmã e, mais tarde, seu irmão. Casou-se com Elfriede Markovits Geiringer [...]. Até sua morte em 19 de Agosto de 1980, Otto Frank continuou a morar em Birsfelden, perto de Basileia, onde se dedicou a espalhar a mensagem do diário de sua filha às pessoas de todo o mundo."




"O diário de Anne Frank" foi adaptado para os cinemas em 1959, com Millie Perkins interpretando Anne. Para ver o trailer do filme (infelizmente, não legendado), clique AQUI.
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Tag 7 coisas

domingo, 22 de fevereiro de 2015
 Boa noite, leitores!!!

Hoje viemos fazer mais uma tag para vocês! Fomos marcadas pelo blog A livrólatra, e aqui estamos nós respondendo à tag 7 coisas.

7 Coisas para fazer antes de morrer:
- Abraçar meus ídolos.
- Viajar pelo mundo.
 - Trabalhar com crianças.
- Ler todos os livros da minha estante.
- Fazer as quatro tatuagens que desejo.
- Visitar os maiores e melhores museus do mundo.
- Atuar numa peça.

7 Coisas que mais falo:
- Fantástico.
- Caraca!
- Oxente (e variações).
- Nada disso.
- Mãe!
- Tô com fome.
- Tô cansada.

7 Coisas que eu faço bem:
- Escrever (dizem).
- Ser fã. (hahaha)
- Montagens de fotos.
- Cuidar de crianças.
- Organizar coisas.
- Comer. (ops).
- Presentes criativos.

7 Coisas que me encantam:
- Livros.
- Declarações de amor.
- Peças de museu.
- Fotos antigas de pessoas que eu amo.
- O brilho nos olhos de alguém quando fazem algo que gostam.
- Ver pessoas ajudando outras pessoas sem pedir nada em troca.
- Idosos andando de mãos dadas e sorrindo.

7 Coisas que eu não gosto:
- Injustiça.
- Que não me devolvam meus livros.
- Que me ignorem.
- Falsidade.
- Giló.
- Chocolate amargo.
- Bebidas alcóolicas (exceto vinho).

7 Coisas que eu amo:
- Escrever.
- Ler.
- Sair com amigos.
- Rir até doer a barriga.
- Namorar.
- Cantar.
- Dançar.


E esta, então, foi nossa participação na tag 7 coisas. Quer participar? Se joga e nos marca lá pelo instagram (@postandotrechos), para que a gente possa ver suas "7 coisas" também! :D
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Tag #7cores7livros #paginarabiscadadeazul

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015
Boa noite, leitores!!!

Vamos de tag? Apresentamos a vocês a tag criada pelo blog (aqui) e instagram (aqui) Página rabiscada de azul. Funciona assim, ela sugeriu 7 cores e os posts devem ser com fotos de um livro de cada cor. Se você não tem alguma cor, pode alterar e participar mesmo assim! As cores são as seguintes: 


 


E aí, topam? Participem! Aqui vai a nossa participação:


1. Livro preto: Minha leitura atual, "As crônicas de Nárnia" (Volume único).




2. Livro marrom: O que o dia deve à noite.



3. Livro azul: O menino do pijama listrado. 



4. Livro verde: O diário da princesa - Princesa para sempre.



5. Livro vermelho: De coração para coração.



6. Livro rosa: Fazendo meu filme 1.



7. Livro branco: O alquimista.



Todos livros que já li e a maioria deles eu gostei bastante. Participem! Nos mostrem seus 7 livros de 7 cores! Deem uma passadinha no ig e no blog "Página rabiscada de azul" (através dos links no começo do post) e conheçam!
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Canais literários

domingo, 15 de fevereiro de 2015
Oi, leitores!

Hoje separamos quatro canais literários muito bacanas e com atualizações frequentes (porque o que tem de canal abandonado no YouTube...) para vocês. Nem todos os vídeo são os últimos, mas basta vocês clicarem no nome de cada canal que serão redirecionados à postagem mais recente. Confiram:

Pam Gonçalves


Lendo e Comentando (Amanda)


Perdido nos Livros


Cabine Literária




Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Resenha - Cada casa um caso.

sábado, 14 de fevereiro de 2015
Título: Cada casa um caso.
Autor (a): Li Mendi.
Número de páginas: 120.





Sinopse: 

"Cada Casa um Caso se desenrola dentro da casa de Ricardo, um homem casado que tem sua mulher em coma por causa de um acidente. Daniela, sua cunhada, decide ajudá-lo a enfrentar esta difícil fase de sua vida e acaba se apaixonando pelo marido de sua irmã, Alice. E quando o inesperado acontece e Alice desperta? Uma reviravolta muda a vida desses três."




Por: Brenda Sousa.

"A vida nem sempre segue a nossa agenda." 
Cada casa um caso, Li Mendi.


"Cada casa é um caso" se passa no dia-a-dia comum de Ricardo e Alice, casados e esperando uma bebê. Alice tem uma irmã, Daniela, com a qual a muitos anos não se dá bem, por causa de um antigo caso de amor conlituoso que envolveu um rapaz e as duas irmãs. Daniela estava estudando nos Estados Unidos e está de volta para o Brasil, a procura de um emprego e de um lugar para ficar. Sua única alternativa, por enquanto, seria a casa de sua irmã, onde morava com Ricardo e a secretária, Fátima. Desde a sua chegada, muitos conflitos e ironias são formados por Alice com relação a sua irmã, fazendo-a se sentir mal por se intrometer na vida do casal e criar tantas confusões. 

O fato é que Ricardo percebera que Daniela tem um jeito muito diferente do de sua esposa, é mais tranquila, compreensiva e tem um sorriso lindo e sedutor, porém sem nenhuma intenção maliciosa. Com o passar dos dias, Ricardo e Daniela se aproximam, se tornam amigos e começam a compartilhar um pouco do seu dia a dia. Assim, Ricardo acaba conseguindo um emprego para ela na empresa que ele possui com seu melhor amigo, Guilherme. Daniela e Guilherme acabam se apaixonando, e é com esse romance que começam as surgir as maiores confusões desta história. Como se já não bastasse, no meio disso tudo, Daniela e Alice se envolvem em um acidente de carro, que leva Alice a entrar em coma por algumas semanas. Descobertas são feitas e romances "trocados" neste tempo que Alice fica em coma e tudo na cabeça de todos se complica ainda mais.

Meus sentimentos com relação a cada personagem variaram muito durante todo o livro, mas sobre dois eles foram fixos: Daniela e Fátima. Fátima me deixava angustiada e nervosa ao mesmo tempo com seus conselhos e suas sacadas, porém até o final do livro dei algumas risadas com suas respostas e perguntas. Daniela teve meu carinho desde o começo, desde sua chegada à história. Sua primeira descrição faz perceber que talvez ela seja a personagem mais """""pura"""" da história (com muitas aspas, porque quem ler vai entender do que se trata. hahaha), pelo menos na minha visão. Não sei. Simpatize com ela. hahaha 

Senti algum frio na barriga em algumas partes do livro, pois ele me fez parar e pensar em algo que muitas pessoas se perguntam por aí: como você sabe quem é sua "alma gêmea"? E se você acha que ama alguém, se casa, forma uma família e de repente conhece alguém que te faz sentir de uma forma que jamais se sentiu, faz você se apaixonar e querer largar tudo para ficar com ela? O que fazer, então? É deste tipo de amor que "Cada casa é um caso" tenta falar para nós, leitores. O desfecho desse conflito foi o que me fez querer devorar cada frase de "Cada casa um caso". Fica a indicação para fazer cada um(a) de vocês refletir e mergulhar nesse romance cheio de conflitos (afinal, quem disse que a vida não é cheia de conflitos, não?). 

Gostei muito de terminar o livro e ver que no final as coisas sempre terminam bem, mesmo que depois de muita tempestade e muitos tombos levados na vida. Bom, se na vida não está sendo assim, que pelo menos a literatura e nossos personagens apaixonantes nos dêem um pouco de conforto! hahahah' 


O livro está disponível em PDF no site da autora, e vocês podem baixá-lo gratuitamente clicando em "Download livro completo (pdf)", no final desta página (logo abaixo da foto do livro): http://www.limendi.com.br/livros/page/2/. Se joguem e divirtam-se! Um romance devez em quando não faz mal a ninguém, não é? hahahaha'


Além dos livros em pdf publicados no seu site, a autora já tem os seguintes livros publicados impressos. Caso queira comprar, basta entrar com contato com ela através do seu e-mail: li@limendi.com.br, que ela explicará tudo e te receberá com o maior carinho!



Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





PhotoBook Project: A última carta de amor (Jojo Moyes).

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Boa tarde, leitores!!! 

Estamos trazendo hoje aqui um projeto literário novo, em parceria com outras blogueiras literárias!  Todo mês cada uma vai escolher um livro (por enquanto, a escolha é livre e, talvez mais pra frente a gente escolha um tema pra cada mês) e tirar fotos aleatórias dele. Não precisa fazer uma resenha propriamente dita, apenas fotos. 



A minha primeira escolha é a minha atual leitura, "A última carta de amor", da Jojo Moyes. Por três razões: É um livro muito gostoso de carregar de um lado para o outro e de passar as páginas, então me apeguei bastante nele. Acho a capa uma fofura. Descobri a Jojo a pouco tempo e tenho visto algumas pessoas falarem bem de seus livros e então estou mergulhando na minha curiosidade com ele. 



Autor(a): Jojo Moyes.
Tradução: Adalgisa Campos da Silva
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-173-8
Número dr páginas: 378
Frase favorita: "Esqueceu que emoções, pelo que aprendera com a experiência, eram mais perigosas que munições."













E então, alguém aí já leu esse livro? O que acharam?
Não se esqueçam de ver as fotos das lindas Karly, Luana, Ana (algumas ainda vão postar) ;) 
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





@postandotrechos entrevista!

domingo, 8 de fevereiro de 2015
Boa noite, leitores!!

Estamos aqui em tantos ig's e blogs sobre livros e pouco conhecemos uns sobre os outros, certo? É por isso que hoje trazemos aqui a entrevista com 6 leitoras lindas que nos acompanham! Sigam seus ig's  e blogs porque são lindos e valem muito a pena!

Entrevistadas:

Nome: Thamires                                                              Nome: Milena
Idade: 22 anos                                                                 Idade: 18 anos
Instagram: @paginarabiscadadeazul                              Instagram: @comoumleitor
Blog: paginarabiscadadeazul.blogspot.com.br


Nome: Karolayne                                                            Nome: Letícia
Instagram: @meu_romancee                                          Idade: 17 anos
Blog: meuromancee.blogspot.com.br                             Instagram: @like_book_is
                                                                                        Blog: comolivroe.blogspot.com.br


Nome: Luana                                                                   Nome: Linda
Instagram: luhinwonderland                                            Idade: 25 anos
Blog: aseriesoparis.blogspot.com.br                                Instagram: @alivrolatra
                                                                                         Blog: alivrolatra.blogspot.com.br
        

Perguntas:

1. Qual o seu gênero de livros preferido? 

Karolayne: Romance.
Milena: Suspense, aventura.
Linda: Suspense.
Luana: Romance e aventura.
Letícia: Romance, fantasia e distopia.
Thamires: Gosto de vários gêneros. Os principais são romance, aventura e ficção.


2. Você tem um(a) autor (a) preferido (a)? 

Karolayne: No momento é Julia Quinn, autora de romances de época.
Milena: Sim. Cassandra Clare. Fiquei mais de 12 horas na fila para conseguir um autógrafo dela.
Linda: Luis Fernando Verissimo.
Luana: Carina Rissi e Bruna Vieira.
Letícia: A. G. Howard e John Green.
Thamires: Em específico não tenho um preferido, gosto de vários.


3. Dos livros que você leu em 2014, qual roubou mais seu coração?

Karolayne: Ligeiramente casados! Era um livro que eu queria ler demais! E quando eu li, eu me apaixonei. Ele é meu livro preferido.
Milena: "Se eu ficar" e a continuação "Para onde ela foi", pois foi um livro que me fez refletir sobre várias coisas e confesso que não esperava muito dele e talvez por isso esses livros roubaram o meu coração em 2014.
Linda: Marina - Carlos Ruiz Záfon.
Luana: Perdida - Carina Rissi, e "A bússola de ouro".
Letícia: "Não se apega, não" - Isabela Freitas.
Thamires: "Extraordinário".


4. Porque se tornou um(a) leitor (a) viciado (a)?

Karolayne: O que me motiva é poder "interagir" com um livro, viver junto com as personagenes, saber que isso também me ajuda no dia a dia, com vocabulário, escrita, etc.
Milena: Nunca parei para pensar nisso, mas acho que não tem motivação. É uma coisa que gosto de fazer, uma coisa que me faz bem.
Linda: Pode imaginar.
Luana: Poder viajar para outros lugares e épocas através dos livros.
Letícia: Os lançamentos, meu Deus, é uma loucura.
Thamires: O conhecimento que levamos para a vida toda.


5. Estpa seguindo alguma meta de leitura para 2015?

Karolayne: Não estou seguindo nenhuma meta, mas gostaria. Talvez ano que vem eu faça uma meta, mas esse ano não deu. Eu estou anotando todos os livros que estou lendo, para ter uma base de quantos livros eu li em 2015 para saber o que posso esperar em 2016.
Milena: Estou sim, ler 50 livro em 2015 e reler alguns que já não me lembro dos detalhes haha. E não tem organização, ler pra mim é diversão e tem dias que temos vontade de ler mais ou até não ler, então não tem o porquê de eu me organizar.
Linda: Sim, pretendo ler 2 livros por mês. Minha organização começou com a separação dos livros que pretendo ler durane o ano, e ir lendo, simplesmente.
Luana: Não sigo nenhuma meta, mas vou tentar ler o máximo de livros possíveis.
Letícia: Sim, 60 livros em 1 ano. Me dedicando mais a ler nos finais de semana e ler à noite.
Thamires: Sim, 40 livros em 365 dias. Vai ser difícil, pois tenho pouco tempo livro, mas vou ler muito nos finais de semana e quando não tiver provas na faculdade.


6. Nos indique um livro! 

Karolayne: Eu indico "Ligeiramente casados" e a série "Os Bridgetons". Eu sei que era só um, mas eu sou rebelde. 
Milena: Um livro só é sacanagem rs, vamos de saga. E sem dúvida nenhuma eu indico "Os instrumentos mortais" da minha autora favorita. Tenho certeza que vocês vão se apaixonar.
Linda: "Cem anos de solidão".
Luana: Muito suspeita para indicar livros, então vou indicar uma série. A série "Perdida" da Carina Rissi tem os dois livros mais lindos que já li. *_*
Letícia: "A garota que eu quero", é simplesmente perfeito. 
Thamires: "A última música". 


Muito obrigada às leitoras queridas! Sigam seus blogs e igs lindos, porque valem a penas e, como sempre digo, ig's e blogs literários são sempre bem vindos!
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Literatura como forma de estudo

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015
Olá, leitores!

Sabe quando a gente não consegue estudar uma matéria na escola? Pois é, isso acontece com todo mundo, seja por uma possível falta de tato do professor para explicar, seja por não conseguirmos entender a teoria por si só. 

História era uma de minhas matérias favoritas no colégio, mas para muitos era um martírio. Hoje, a dica para os estudos fica por conta dos livros que abordam a Segunda Guerra Mundial. O terror que Hitler espalhou pelo mundo é muito explorado pelos professores, ou pelo menos deveria ser, uma vez que é uma forma de relembrar os horrores que já foram cometidos, prevenindo os futuros habitantes de cometerem o mesmo erro.

Assim, aqui vão 3 dicas de livros sobre o assunto!

O colecionador de lágrimas e Em busca do sentido da vida - Augusto Cury

As duas obras (sendo uma continuação da outra) abordam minunciosamente a mente de Hitler, explorando a forma que ele manipulava e conduzia a sociedade alemã, além de trazer um panorama importante da época do massacre dos judeus.

O menino do pijama listrado - John Boyne

Este livro já teve resenha aqui no blog (clique para ler). Bruno traz para nós, leitores, uma visão ingênua da Segunda Guerra, pois ainda é uma criança. Entretanto, talvez mesmo por essa pouca capacidade de compreensão do mundo real vinda do pequeno garoto, a obra é extraordinária, nos fazendo refletir sobre o preconceito que os adultos têm, e nos ensina que a amizade é um elo muito forte e que pode atravessar qualquer barreira, até mesmo a das diferenças sociais. 

A menina que roubava livros - Markus Zusak 

Acredito que Liesel Meminger seja uma conhecida de muito de vocês, não é? A garotinha, filha de pais comunistas, traz para nós a esperança quase inexistente entre a maior parte dos moradores da Alemanha nazista, que nasce no seio de uma família divertida e acolhedora, na amizade com um judeu e um menino inteligente e apaixonado, além de ver a salvação na leitura e na escrita. 

Espero que tenham gostado das dicas. Parecem óbvias, pelo menos duas delas, mas não. Tem muita gene que não leu nenhuma, talvez por não ter interesse ou por achar que são superficiais, mas garanto que o ponto de vista de cada uma irá transformar a percepção de vocês em relação ao preconceito, o valor da amizade e das destruições psicológica e social que a guerra pode trazer. 
Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos





Curiosidades sobre livros e autores

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015
Boa noite, leitores!!!

Vocês já pararam para pensar que, em cada livro que lemos, existem por trás histórias desconhecidas? Já pensaram em qual motivo levou o autor a escrever aquele livro, como foram os primeiros rascunhos, como foram elaboradas as personagens? 

Além de tudo isso, já pararam para se perguntar quantos livros já foram publicados no mundo (e, consequentemente, quantos faltam comprar. hahahaha)? Então, por essas e outras dúvidas, fomos fuçar a internet para buscar curiosidades relacionadas aos livros e à literatura no Brasil e no mundo. Confiram abaixo! 


Curiosidade 1. "No livro "Eu me chamo Antônio", Antônio é o personagem de um romance que ainda vai ser escrito. Frequentador assíduo de bares, ele despeja seus comentários sobre a vida, suas alegrias e tristezas, em frases e desenhos rabiscados em guardanapos com grandes doses de irreverêcia e pitadas de poesia." 

(Fonte: http://www.travessa.com.br/EU_ME_CHAMO_ANTONIO/artigo/387d0919-71d6-454e-bf72-3fae3ddc03df)


Curiosidade 2. "Conforme inventário da UNESCO de traduções de livros, Agatha Christie é a autora mais traduzida em todo o mundo, com 6.598 traduções de seus contos, romances e peças teatrais."

(Fonte: http://www.soliteratura.com.br/curiosidades/fatos_curiosos/#).


Curiosidade 3. "A escritora inglesa J.K. Rowling escreveu todos os livros do Harry Potter à mão."

(Fonte: http://www.soliteratura.com.br/curiosidades/fatos_curiosos/#).


Se isso for mesmo verdade, haja punho!! hahahha 



Curiosidade 4. "O livro infantil mais caro foi o exemplar de Alice no País das Maravilhas que pertencia ao próprio Lewis Carrol. Custou quase 2 milhões de euros." 

(Fonte: http://balcaodebiblioteca.blogspot.com.br/2014/03/12-curiosidades-sobre-livros-e.html).


Curiosidade 5. "Quantos livros já foram publicados na história moderna? Segundo cálculos do Google, o número seria 130 milhões de livros, ou 129.864.880 para ser exato."

 (Fonte: http://www.uece.br/feclesc/index.php/noticias/14-lista-de-noticias/292-curiosidades-quantos-livros-existem-no-mundo-google-sabe).


Curiosidade 6. "A Unesco ( Organizações das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) recomenda que haja uma livraria para cada 10 mil pessoas .No Brasil ,com 190 mil habitantes,temos 2.700 livrarias uma para cada 70 mil habitantes." 

(Fonte: http://livronasmaos.blogspot.com.br/2013/02/curiosidades-sobre-livros.html)


Não é uma injustiça que isso não seja cumprido?? E, ainda assim, as livrarias não estão cheias ou amarrotadas de pessoas desejando livros. É uma pena que o preço dos livros publicados ainda sejam absurdos em alguns casos, também. Mas vamos lá, mudar o rumo desta história, leitores! 


Curiosidade 7. "Natalie McDonald, do livro Harry Potter e o Cálice de Fogo, foi uma pessoa real. Era uma garota de nove anos. Residia em Toronto, no Canadá, e possuía leucemia. Ela escreveu uma carta a J.K Rowling perguntando o que aconteceria em seguida nos livros de Harry Potter, pois não poderia viver o bastante para conseguir lê-los. J.K respondeu à menina, mas esta faleceu um dia antes da chegada do e-mail. Em homenagem, J.K tornou Natalie uma estudante do primeiro ano de Hogwarts, sendo escolhida pelo chapéu Seletor a entrar para a Grifinória – a casa dos corajosos. Mais tarde, quando J.K foi ao Canadá para uma tour promocional de Harry Potter, visitou a família da menina."

 (Fonte: http://www.openpage.com.br/2011/02/por-dentro-dos-livros.html#ixzz3O8E2AMoA).

J. K. sendo J. K. sempre carinhosa e atenciosa com seus leitores.


Curiosidade 8. "Você sabia que para escrever Jogos Vorazes, a Suzanne Collins se inspirou em cenas da Guerra no Iraque transmitidas pela TV?"

 (Fonte: https://clubdelivros.wordpress.com/2014/05/23/mais-curiosidades-sobre-livros/)


Curiosidade 9. "A palavra O.K, muito usada em A Culpa é das Estrelas, é a palavra mais falada do mundo!"

 (Fonte: https://clubdelivros.wordpress.com/2014/05/23/mais-curiosidades-sobre-livros/)


E então, gostaram? Sabem de mais alguma novidade? Nos conte, vamos compartilhar informações!

Brenda Sousa
21 anos. Baiana. Blogueira, leitora viciada, apaixonada por séries de TV. Graduanda em Fonoaudiologia. Criadora do @PostandoTrechos
 
© Postando Trechos, VERSION: 02 - Dentro do céu - Agosto/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo